Obama faz juramento como 44º presidente dos Estados Unidos

WASHINGTON ¿ Barack Hussein Obama se tornou o 44º presidente dos Estados Unidos nesta terça-feira e pediu a todos os norte-americanos para se unirem a ele no confronto contra o que ele descreveu como uma crise econômica causada pela ambição, mas também ¿por nosso fracasso coletivo em fazer escolhas difíceis¿.

The New York Times |


Hoje eu digo para vocês que os desafios que enfrentamos são reais, disse Obama em seu discurso inaugural minutos após jurar sobre a mesma Bíblia na qual Abraham Lincoln fez seu juramento inaugural em 1861. Eles são muitos e graves. Eles não serão resolvidos facilmente ou em um curto período de tempo. Mas saibam disto, América ¿ eles serão vencidos.

Obama, o primeiro afro-americano a ser presidente, falou para um mar de pessoas que lhe ovacionavam, centenas de milhares de norte-americanos se reuniram desde o National Mall (parque localizado no centro de Washington) até o Capitólio e para além do monumento de Washington. A multidão estava cheia de norte-americanos negros e o triunfo de Obama foi um momento especial e emocionante para eles.

Com sua mulher, Michelle, segurando a Bíblia, Obama, 47, filho mais velho de mãe branca do Estado de Kansas e de pai negro nascido na África, fez seu juramento nesta tarde, um pouco depois do que o planejado e, em seguida, fez seu discurso inaugural.

Em sua fala, Obama prometeu tomar uma medida imediata e ousada para retomar a economia criando empregos através de projetos de serviços públicos, desenvolvendo a educação, promovendo energia alternativa e contando com novas tecnologias.

A partir de hoje, devemos melhorar a nós mesmos, acabar com o que há de ruim em nós e começar novamente a trabalhar para recriar a América, disse Obama consultando as anotações preparadas para seu discurso.

O novo presidente também falou sobre as guerras em andamento no Iraque e no Afeganistão e sobre a rede de violência e ódio de longo alcance que procura prejudicar o país.

Ele usou palavras fortes ao se comprometer em enfrentar o terrorismo, a proliferação nuclear e outras ameaças externas, dizendo às nações inimigas vocês não podem sobreviver a nós e nós os derrotaremos.

AP
Obama faz discurso inaugural

Obama faz discurso inaugural

Mas ele também mostrou sinais de um rompimento claro com algumas das políticas da administração Bush em relação à segurança nacional.

Quanto a nossa defesa pública, consideramos falsa ter de escolher entre nossa segurança e nossos ideais, disse, acrescentando que os Estados Unidos está pronto para liderar mais uma vez.

Ele reconheceu que alguns estão céticos quanto sua habilidade de realizar as esperanças que muitos têm em sua capacidade de direcionar a nação para um novo rumo.

O que os cínicos fracassam em entender é que o chão tem se movido abaixo deles ¿ que os argumentos políticos rotineiros que nos consumiram por tanto tempo não são mais aplicáveis, disse Obama, que mostrou comprometimento em reduzir o partidarismo.

A questão que nos perguntamos hoje não é se nosso governo é muito grande ou muito pequeno, mas se ele funciona ¿ se ele ajuda famílias a encontrar empregos com um salário decente, cuidados os quais eles possam bancar e uma aposentadoria digna.


Por CARL HULSE

Leia mais sobre Barack Obama

    Leia tudo sobre: obama

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG