Obama excede gastos de McCain no primeiro mês de campanha

O senador Barack Obama gastou significativamente mais do que o senador John McCain em agosto com o início da disputa das eleições gerais, com o democrata gastando US$ 53 milhões no período, dos quais US$ 32 milhões foram destinados a propagandas.

The New York Times |

Em comparação, McCain gastou US$ 41 milhões, dos quais US$ 23 milhões foram destinados a propagandas.

Os números foram declarados à Comissão Eleitoral Federal, que os divulgou no final de semana. As informações mostram que a campanha de Obama paga muito mais do que a de McCain. Obama, o candidato democrata de Illinois, gastou US$ 2,7 milhões em salários em agosto, em comparação a US$ 1,1 milhão usado por McCain, republicano do Arizona, para o mesmo fim.

Obama recebeu mais de US$ 13,7 milhões nos últimos quatro dias de agosto, com doações atingindo um pico no dia que ele aceitou a indicação de seu partido no Invesco Field, em Denver, e quando Palin foi indicada como vice na cédula republicana.

As doações finais, com Obama chegando ao ápice de US$ 2,4 milhões no dia 28 de agosto, dia em que aceitou a indicação, e então US$ 4,7 milhões no dia 29 de agosto, quando a indicação de Palin foi revelada, e US$ 3,8 milhões no dia seguinte a esse.

A campanha de McCain viu um aumento nas doações por volta da data em que Palin foi indicada, gerando mais de US$ 6,8 milhões no dia 30 de agosto, dia seguinte a seu debute ao lado de McCain num comício em Ohio, e US$ 2 milhões no dia seguinte a esse. A alta ajudou McCain a ter seu melhor mês de arrecadação desde o início da disputa, gerando mais de US$ 47 milhões.

Apesar da campanha de Obama ter consistentemente gerado mais dinheiro do que a campanha de McCain, McCain e o Comitê Nacional Republicano, que pode gastar dinheiro em seu nome com algumas restrições, começaram setembro com um pouco mais de dinheiro em caixa do que Obama e o Comitê Nacional Democrata. Isso aconteceu por causa do peso dos eventos de arrecadação de dinheiro republicanos dos últimos meses.

O CNR tinha US$ 76 milhões no final de agosto e o comitê de McCain cerca de US$ 27 milhões em seus cofres, dos quais US$ 18 milhões foram transferidos ao partido depois da convenção nacional deste mês, de acordo com representantes do partido.

Enquanto isso, o comitê de Obama acabou o mês com US$ 77 milhões no banco e o CND cerca de US$ 17 milhões.

McCain também recebeu US$ 84 milhões do Tesouro federal depois da convenção de seu partido sob financiamento público, colocando pressão sobre os arrecadadores de Obama para que atinjam a mesma performance de agosto.

- MICHAEL LUO

    Leia tudo sobre: eleições nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG