Obama dirá ao Congresso como sua agenda pode ajudar economia

WASHINGTON - O presidente Barack Obama ira usar seu primeiro discurso ao Congresso na terça-feira para apresentar um plano sobre como chegaremos a dias melhores, afirmou um de seus conselheiros sênior, em um discurso que deve explicar suas politicas econômicas e argumentar que revisões legislativas do sistema de saúde e energia são cruciais para a recuperação da economia.

The New York Times |

A aparição diante de uma sessão conjunta do Senado e da Camara oferecer uma oportunidade para que Obama reprise alguns temas e iniciativas de sua candidatura que foram obscurecidos pela emergência econômica que definiu os primeiros meses de sua presidência.

O presidente não planejar anunciar novas politicas significativas, afirmaram os oficiais, mas pretende explicar como sua agenda pode avançar apesar do aprofundamento da recessão e do enorme deficit orçamentário. Entre os anúncios presidenciais, este realizado diante de uma sessão conjunta do Congresso esta entre os maiores. Membros do Congresso estarão sentados na Camara, juntamente com juizes da Suprema Corte, conselheiros militares de alto escalão e oficiais de todo o governo.

A Casa Branca também tem outra audiência em mente: os milhões de americanos que estarão acompanhando pela televisão, inclusive os que estão céticos em relação aos planos do presidente.

"Exposições mais longas permitem que as pessoas analisem alguem, ao invés de apenas vislumbres", disse Rahm Emanuel, chefe de gabinete do presidente. "Faz apenas um mês que ele assumiu o poder, mas esperamos eles vejam algo mais intrínseco para sustenta-lo durante os altos e baixos da estrada".

O discurso vira em um bom momento para Obama, cujo índice de aprovação continua alto apesar de criticas em relação aos planos econômicos de sua gestão. A Casa Branca ficou frustrada na semana passada quando uma onda de reclamações tomou conta da televisão a cabo questionando se alguns proprietários em risco de desapropriação estavam  tendo ajuda injusta. O discurso, segundo os assessores, devera explicar melhor porque esta intervenção e necessária.

Por JEFF ZELENY


Leia maos sobre Obama

    Leia tudo sobre: obama

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG