Obama adota política da lapela em busca de votos

WARREN, Michigan - Apareceu na sua lapela na segunda-feira, quando ele falava aos veteranos em West Virginia: um broche de bandeira.

The New York Times |

Estava lá novamente na terça-feira, no Missouri, quando ele falou aos operários de uma fábrica de roupas.

Mais uma vez na quarta-feira, quando conhecia a fábrica da Chrysler em Sterling Heights, Michigan, perto dos subúrbios de Detroit.

Há sete meses o senador Barack Obama disse que não se sentia a vontade para usar uma broche com a bandeira americana, dizendo que provaria seu patriotismo em atos e não aparência.

O que o convenceu?

A mulher em Indiana que gentilmente sugeriu que ele usasse um?

Isso faz parte de uma decisão maior sobre todas as coisas que os candidatos à presidência simplesmente precisam fazer durante a campanha, juntamente com comer filé com queijo na Filadélfia ou beber Miller em Milwaukee?

Ou foi uma reação ao continuo questionamento como o dessa semana de um repórter local em South Charleston, Virgínia do Oeste, que perguntou como Obama poderia atrair "eleitores brancos e operários dessa forma", acrescentando, "eles acham que você não é patriota".

Nenhuma das anteriores, respondem os assistentes de Obama, que insistiram nesses dias raros em que o candidato usou o broche - os primeiros durante a campanha - que isso não passa de uma vontade do momento.

"Às vezes eu uso, às vezes não", Obama disse à agência Associated Press quando questionado na segunda-feira, o primeiro dia que ele usou o aparato desde que um veterano lhe deu um em abril.

"Nas últimas semanas as pessoas me deram muitos broches e eu decidi mostrar isso", ele disse. "Estou apenas deixando ele aqui".

Mas Obama agora volta sua atenção aos eleitores brancos e operários cujo apoio foi mínimo nas últimas primárias.

Mais uma vez, Obama deixou o assunto de lado, o que o prejudicou na disputa em Ohio, Texas, Pensilvânia e Indiana. Ele até riu de seus críticos. "Meus oponentes percebem que não têm um argumento melhor, então agora dizem, eu não sei sobre esse Obama", ele disse à uma platéia na Carolina do Norte. "Você sabe, ele não usa um broche da bandeira americana".

Mas recentemente, em Indiana, ele foi questionado sobre o broche por seus eleitores.

Betty McManama, 87, uma aposentada da cidade de Columbus, sugeriu que colocar a bandeira em seu peito poderia ser uma boa idéia. "Eu acho que seria bom se você fizesse isso", disse McManama. "Com certeza não custaria tanto assim".

- JIM RUTENBERG e JEFF ZELENY

Leia mais sobre: eleições nos EUA

    Leia tudo sobre: eleições nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG