Novo retrato de Shakespeare é apresentado em Londres

LONDRES ¿ Quase 400 anos depois de sua morte, William Shakespeare surgiu com aparência ainda melhor na segunda-feira, graças a um recém-descoberto retrato que um grupo de estudiosos diz ter sido o único pintado durante sua vida.

The New York Times |

NYT
Fotógrafos registram suposto retrato de Shakespeare

Fotógrafos registram suposto retrato de Shakespeare / NYT

Stanley Wells, presidente da fundação Shakespeare Birthplace Trust, baseado na cidade natal do escritor, Stratford-on-Avon, descreveu o retrato em uma coletiva de imprensa como um "modelo". Nele, o Bardo é visto de forma muito mais atraente do que na imagem solene e quase careca disseminada em gravações, bustos e retratos até então aceitos como as melhores imagens do escritor mais famoso da literatura inglesa.

Até então, os estudiosos diziam que a representação mais autêntica de Shakespeare era uma gravação em madeira do artista flamenco Martin Droeshout, que apareceu na primeira coletânea dos trabalhos do escritor em 1623, e um busto de mármore em exposição desde 1620 na igreja de Stratford.

Em seu lugar, os estudiosos mostraram em Londres um retrato pertencente à coleção particular da família anglo-irlandês Cobbes, que o teve por quase 300 anos.

Mas nem todos os estudiosos estão convencidos de que o retrato Cobbe seja de aparência autêntica, ou mesmo que seja Shakespeare, dadas as convenções utilizadas na pintura elisabethana.

David Scott Kastan, especialista no escritor da Universidade de Yale, disse que há motivos para se duvidar que o homem ricamente vestido seja Shakespeare, e não um aristocrata desconhecido.

"Se eu tivesse que apostar, diria que não é Shakespeare", disse Kastan. Mas mesmo se for, as tradições elisabethanas atestam que não seria sábio acreditar que Shakespeare realmente se parece com a figura retratada na imagem. "Pode ser um retrato de Shakespeare, mas não a sua exata semelhança, porque as convenções para a pintura naquela época geralmente idealizavam o sujeito", ele disse.

Os especialistas dizem que o retrato veio à tona quando Alec Cobbe, artista restaurador e herdeiro da fortuna de sua família, visitou a Galeria Nacional de Retratos em Londres em 2006 para ver uma exposição, "Searching for Shakespeare" ("Em Busca de Shakespeare"), na qual outro retrato do escritor estava em exposição. Eles disseram que Cobbe concluiu que o retrato era uma cópia de um que se encontra na coleção de arte de sua família desde o século 18, sem que soubessem que se tratava de Shakespeare.

(Reportagem de John F. Burns)

Leia mais sobre: Shakespeare

    Leia tudo sobre: shakespeare

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG