Nova York: Upper East Side reclama de injustiça em 'batalha do lixo'

Enquanto autoridades da cidade defendem plano de saneamento, moradores buscam barrar estação de tratamento no Rio East

The New York Times |

Lorraine Johnson ainda se lembra dos caminhões de lixo que se enfileiravam perto de seu conjunto habitacional no bairro Upper East Side de Manhattan para descarregar o lixo em uma estação  de tratamento de resíduos no Rio East.

Eles faziam barulho, expeliam fumaça de óleo diesel, atraíam ratos e cheiravam mal "como cadáveres", ela lembrou. "Eu tenho pesadelos só de pensar que há uma possibilidade de que eles possam voltar", disse Johnson, 66 anos, portadora de deficiência que mora no cruzamento da Rua 94 com a Primeira Avenida.

The New York Times
Lixo virou objeto de batalha, com moradores de Nova York tentando evitar o plano da cidade de reativar uma estação de tratamento no Rio East
A proximidade dos conjuntos habitacionais é uma das principais queixas em uma batalha travada pelos moradores do Upper East Side para evitar o plano da cidade de reativar uma estação de tratamento no Rio East. Em ações judiciais, passeatas e lobbies no Legislativo estadual, eles argumentam que os moradores economicamente desfavorecidos, já em dificuldades, não devem ser sobrecarregados com problemas adicionais.

Mas as autoridades da cidade e defensores da justiça ambiental defendem que um conjunto habitacional não significa uma comunidade carente. O Upper East Side é uma das zonas mais ricas da cidade, eles dizem, e o plano de saneamento é precisamente destinado a restabelecer o número desproporcional de estações de resíduos nos bairros mais pobres. Nenhuma das estações fica em Manhattan.

"Que o Upper East Side reclame o legado da justiça ambiental é algo simplesmente ridículo", disse Gavin Kearney, diretor de justiça ambiental dos Advogados de Interesse Público de Nova York, que representa os bairros que detêm a maioria das cerca de 50 estações de transferência de resíduos cerca. "Qualquer comunidade terá moradores de baixa renda de certa forma. Um sistema justo é aquele que distribui isso equitativamente".

Censo

Uma análise do censo sobre a proposta estação confirma que a maioria dos moradores estão na faixa de renda moderada a extremamente baixa. Mais da metade das estações fica em duas áreas: as regiões de Greenpoint e Williamsburg, no Brooklyn, e no sul do Bronx.

Cerca de 73 mil habitantes com uma renda familiar média de US$ 40,2 mil em 2009 viviam perto das estações de transferência de resíduos nesses dois bairros do Brooklyn, segundo os números do censo, 92 mil pessoas com uma renda mediana de US$ 21 mil vivem perto dos locais no sul do Bronx.

Em comparação, o bairro perto da proposta estação de transferência do Rio East, Yorkville, em Upper East Side, tem cerca de 47 mil habitantes com uma renda familiar média de US$ 91 mil.

*Por Mireya Navarro

    Leia tudo sobre: nova yorklixorio east

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG