Nova York revela planos de reforma para Broadway

NOVA YORK - A ideia parece ir contra a própria essência de Nova York: transformar grande parte da principal avenida da cidade, a Broadway, de um rio de carros, caminhões e táxis em movimento em uma bucólica alameda para pedestres e ciclistas.

The New York Times |

Na quinta-feira, o prefeito Michael R. Bloomberg revelou um plano que pretende fazer exatamente. Veículos serão proibidos na Broadway, em cruzamentos públicos como a Times Square e a Herald Square, e terão que compartilhar o espaço com uma ciclovia entre a Rua 59 e a Rua 23.

A cidade planeja começar as mudanças em maio e outras alterações são previstas para o futuro.

Bloomberg disse que o plano irá melhorar o tráfego e abrir espaço para os pedestres, melhorando alguns dos espaços mais populares da cidade. Mas isso também pode mudar a própria natureza de algumas das regiões mais movimentadas e famosas de Manhattan, como o distrito dos teatros, a Times Square, o distrito da moda e a calçada da Macy's.

"As pessoas evitam a Times Square porque o tráfego é tão ruim e as pessoas são empurradas para a rua porque as calçadas não têm espaço suficiente", disse Bloomberg em uma coletiva de imprensa em um restaurante do hotel Marriott Marquis, diante da Times Square.

"As pessoas não vem aqui para ver carros parados no trânsito", disse o prefeito. "Elas querem ver as luzes, os prédios, a agitação e nós teremos mais disso".

Como seria de se esperar, a proposta de mudanças gerou reações passionais, muitas das quais motivadas por interesses pessoais: de taxistas, pedestres, motoristas, turistas, executivos e trabalhadores.

"Eu gosto do tumulto", disse Melissa Gasparis, de Upper Saddle River, Nova Jersey, que caminhava pela Times Square na quinta-feira. Ela disse temer que o plano torne o lugar menos vibrante, porque as calçadas estariam menos lotadas.

Por WILLIAM NEUMAN

    Leia tudo sobre: ny

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG