Mosaico romano é aberto a visitantes em cidade israelense

LOD, Israel ¿ A beleza deste preservado mosaico parece apenas ressaltar a estranheza de sua redondeza.

The New York Times |

O chão de mosaico do final da era romana, um dos maiores e mais trabalhados de Israel, foi aberto pelas autoridades na semana passada pela segunda vez desde que foi descoberto há 13 anos na então dilapidada região leste desta pobre cidade perto do aeroporto internacional, ao sul de Tel Aviv.

Com cerca de 1.700 anos de idade, o chão de ladrilhos se espalha por quase 185 m², sombreado por um duro sol de verão e emoldurado por uma cerca de ferro. Um retrato de aves, animais exóticos, peixes e navios mercantes, o mosaico conjura intrigantes lembranças do passado mais glorioso de Lod.

Os arqueólogos da Autoridade de Antiguidades de Israel acreditam que o mosaico, que não contém inscrições, foi feito a pedido de um indivíduo rico que tinha uma grande mansão no local. Lod, que é mencionada na Bíblia, foi um importante centro em tempos antigos, e esta parte da cidade era povoada por membros afluentes da sociedade da época.

Hoje, o local tem como vizinho um prédio de apartamentos com roupas penduradas para secar sobre as janelas, cercado por terrenos baldios. Uma mistura de cidade de imigrantes judeus, muçulmanos e árabes cristãos, a Lod moderna é geralmente associada a dificuldades, com sua população diversa geralmente de posição sócio-econômica inferior, e é descrita por oficiais locais como um desafio.

Agora, no entanto, as autoridades esperam revitalizar Lod e transformá-la em um destino turístico, graças ao tesouro que existe sob seu solo moderno.

Esta não é a cidade mais forte de Israel, reconheceu Ilan Harari, prefeito da cidade, que participou da rara inauguração do mosaico. Mas no futuro, ele disse, ela será "um centro turístico. Acreditamos que milhares de pessoas virão aqui".

O mosaico de Lod foi descoberto em 1996, quando Miriam Avissar, arqueóloga da Autoridade de Antiguidades de Israel, foi enviada ao local para começar uma escavação de rotina porque a câmara local queria ampliar uma estrada. Esta área de Lod já era conhecida por ser rica em mosaicos, mas a maioria está em condições ruins ou sob prédios.

Eu vi um painel branco, depois um tigre", disse Avissar, que se aposentou recentemente, lembrando da primeira vez em que viu o mosaico. Ele estava liso e em condições perfeitas".

Depois de exposto, o mosaico foi exibido ao público por um fim de semana, durante o qual cerca de 30 mil israelenses vieram ao local. Depois ele voltou a ser coberto enquanto as autoridades buscavam verbas para a restauração necessária e a construção de facilidades para os visitantes.

Leia mai sobre mosaico

    Leia tudo sobre: mosaico

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG