Lixo orgânico irregular prejudica água potável em cidades americanas

MORRISON, Wisconsin - Há cerca de 41 mil vacas leiterias no Condado de Brown e elas produzem mais de 260 milhões de galões de esterco por ano, grande parte do que é utilizado como adubo nas plantações da região. Outros fazendeiros recebem para cobrir suas terras com os restos de matadouros e esgoto tratado.

The New York Times |

Em quantidades controladas, este lixo orgânico age como fertilizante. Mas em excesso, bactérias e substâncias químicas podem penetrar no solo e contaminar a água corrente dos moradores.

Em Morrison, mais de 100 poços foram poluídos pelos dejetos agrícolas em poucos meses, de acordo com oficiais locais. Conforme parasitas e bactérias passaram a povoar a água, os residentes tiveram diarreias crônicas, doenças de estômago e graves infecções no ouvido.

"Às vezes parece que um celeiro está saindo da torneira", disse Lisa Barnard que vive perto de Green Bay. Testes da sua água mostraram que ela continha E. coli, bactérias de coliformes e outros contaminantes encontrados no esterco.

No ano passado, seu filho de 5 anos desenvolveu infecções no ouvido e precisou de uma operação. O médico disse que o motivo provável era o banho em água poluída, ela contou.

A utilização dos despejos da maioria das fazendas é irregular de acordo com muitas leis federais criadas para impedir a poluição e proteger as fontes de água.

O Ato da Água Limpa de 1972 regula apenas substâncias químicas ou contaminantes que são transportados por tubos ou fossos, o que significa que em grande parte não se aplica ao lixo orgânico usado em plantações e que vazam para o lençol de água.

Como resultado disso, muitos dos poluente agrícolas que contaminam fontes de água potável são sujeitos apenas a regulações estaduais e locais. E estas leis não têm protegido seus moradores.

Para lidar com este problema, a agência ambiental americana criou regras especiais para fazendas maiores, que tem pelo menos 700 vacas. No entanto, leis aprovadas na gestão Bush permitem que estas fazendas certifiquem por si mesmas se estão ou não poluindo.

O despejo agrícola é a maior fonte de poluição da água nos rios e leitos dos Estados Unidos. Cerca de 19,5 milhões de americanos ficam doentes todos os anos por causa de parasitas, vírus ou bactérias encontrados na água, incluindo aqueles que advém do lixo orgânico humano e animal.

Leia mais sobre lixo orgânico

    Leia tudo sobre: lixo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG