Uncle Tom), liquidação total, auto-ódio. Ser negro e republicano de fato tem seus desafios ¿ especialmente em Nova York. E ainda que as advertências deixem Ivory cansado, elas parecem principalmente tê-lo incentivado." / Uncle Tom), liquidação total, auto-ódio. Ser negro e republicano de fato tem seus desafios ¿ especialmente em Nova York. E ainda que as advertências deixem Ivory cansado, elas parecem principalmente tê-lo incentivado." /

Jovem, negro e republicano em Nova York, blogando contra a maré

Comentários severos se tornaram uma trilha sonora na vida de Richard Ivory: Tio Tom (http://en.wikipedia.org/wiki/Uncle_Tom target=_topUncle Tom), liquidação total, auto-ódio. Ser negro e republicano de fato tem seus desafios ¿ especialmente em Nova York. E ainda que as advertências deixem Ivory cansado, elas parecem principalmente tê-lo incentivado.

The New York Times |

Acordo Ortográfico

Há quatro anos, Ivory começou um blog, HipHopRepublican.com , para expressar críticas, o que ele percebeu ser um arquivo de idéias políticas para os negros.

O blog é parte de uma pequena, mas vibrante, coleção de sites de negros republicanos que têm dado aos negros com inclinação à direita senso de comunidade durante a eleição na qual a candidatura do senador Barack Obama fez sua posição política parecer particularmente duvidosa.

Sem dúvida, Ivory, apesar de ser um republicano devotado, sente que a história acaba com sua lealdade.

É incrível que um país construído pela escravidão possa realmente eleger um negro para ser a pessoa com o cargo mais elevado do governo, disse Ivory, 30, que mora em Chelsea e trabalha como orientador para pacientes com problemas mentais.

Foi após as conseqüências dos ataques de 11 de setembro que Ivory se engajou na política e começou a se interessar pelo Partido Republicano. Como apoiador sólido da Guerra do Iraque, ele costumava ser o único negro em comícios a favor da guerra, ele disse.

Em uma manifestação em Nova York, em 2004, ele lembrou, um protesto anti-guerra de brancos que usava difamações racistas contra ele e que manifestantes negros no protesto ficaram em silêncio.

Ivory disse que ficou enraivecido por que os negros simplesmente ignoraram as calúnias, porque vinham de alguém com visões políticas opostas.

Tinha algo perturbador na idéia de que se éramos negros, temos que ser democratas, Ivory disse. O blog começou como uma forma de expressão. Além desse apoio à Guerra do Iraque, Ivory se considera um conservador quanto a assuntos econômicos e acredita que o governo deve ajudar as pessoas a se ajudarem.

Ivory recentemente postou uma pesquisa em seu blog, lembrando que um terço dos democratas brancos tinha visões negativas quanto aos negros.

Mais de vinte pessoas contribuem regularmente com textos no site, Ivory disse, e chega a ter 1.400 visitas por dia.

O site chamou a atenção da campanha do senador John McCain, que o convidou para participar da convenção republicana, ele disse. (Ivory aceitou o convite e blogou para o The Root, revista online filiada ao The Washington Post).

Michael Steele, ex-governador substituto e conhecido republicano negro, disse que regularmente lê o HipHopRepublican.com.

É animador saber que há essa diferença de opiniões lá fora, disse Steele, presidente do Gopac (comitê republicano de ação política), grupo que cuida de candidatos republicanos.

Indecisões

Embora Ivory tenha tido sucesso em encontrar um nicho no ciberespaço, sua mensagem certamente corre na direção contrária das pesquisas de eleitores negros. Elas mostram que eleitores negros provavelmente apoiam de forma prepoderante Obama ao invés de McCain.

Diversos negros conservadores também disseram que há um pressentimento entre muitos negros de que os republicanos não se importam com eles.

Mesmo Ivory discute com sua consciência. Ele disse que estava 80% certo de que votaria em McCain.

Eu sempre digo que meu coração está com Obama, mas minha cabeça está com McCain, Ivory disse. Isso resume a briga comigo mesmo.

Ele acrescentou: O apelo de Barack e Michelle Obama em minha vida é de que quando olho pra eles, eu também vejo membros da minha família.

Quando vejo suas duas filhas, vejo meus primos. Há um apelo nisso ¿ um apelo pessoal.

Mesmo assim, Ivory disse que enquanto seu site não deve ganhar muitos votos para o Partido Republicano, ele pode ao menos mostrar que o ativismo político entre negros não é monolítico.

Enquanto alguns negros tendem ao conservadorismo em assuntos como aborto ou casamento gay, sites como o de Ivory levantam questões importantes para os negros que os americanos também se preocupam: saúde, moradia com preço acessível, economia, meio-ambiente e educação.

Muitos republicanos negros acreditam que as políticas conservadoras são mais benéficas para a comunidade negra do que as políticas liberais.

Ivory acredita que seu site se dirige a assuntos republicanos de uma maneira que o público negro possa se relacionar com eles.

É difícil medir o tamanho da blogosfera negra e conservadora, mas Michael Bowen, 47, consultor sênior de gerenciamento para uma empresa de tecnologia da informação global, disse que esse meio cresceu muito nos últimos anos. Book Rising, blog que a escritora freelancer de Chicago, Shay Riley, 37, começou em 2004, é outro fórum muito popular entre negros conservadores.

A rede virtual é um refúgio para negros conservadores que podem ficar relutantes em expor publicamente suas visões. Além desses sites, Bowen disse que não há apoio para eles, não há lugar onde possam ir e não serem ridicularizados.

No entanto, ser negro e republicano, pode ser bem solitário. Kimberly Brown, 26, personal trainer em Chinado, disse que perdeu cerca de cem amigos no MySpace após revelar que era republicana. Acho isso ignorante, Brown disse sobre a reação.

Novos tempos

Contudo, o potencial para Obama fazer história em novembro tem influenciado alguns negros conservadores. Cleo Brown, 53, que dá aulas de prepação para GED (tipo de teste para adquirir um diploma não oficial) em Chelsea, se registrou como republicana em 1994, mas disse que planejava votar em Obama.

Eu lembro que quando era menina e estava acontecendo o movimento dos direitos civis, ficavam me dizendo que eu nunca iria para a faculdade, ela disse, não apenas porque eu era mulher, mas porque eu era uma afro-americana. E me disseram que eu nunca veria um presidente afro-americano.

O tempo está acima de nós e é muito, muito inspirador.

Lenny McAllister,36, comentarista republicano da Fox News em Charlotte, na Carolina do Norte, comparou essa eleição a quando Jackie Robinson quebrou a barreira de cor no baseball, em 1947.

Naquele tempo, McAllister disse, muitos negros torciam para o Brooklyn Dodgers porque Robinson estava no time. Agora, claro, o baseball é um jogo muito diferente.

Temos que estar em uma época na qual há uma inclusão diferente do afro-americano, em que ele vota para seu time favorito baseando-se em suas preferências e não na existência de uma pessoa jogando no campo, disse McAllister, que pretende votar em McCain.

Steele disse acreditar que sites como o de Ivory podem ajudar a introduzir uma maior diversidade no Partido Republicano.

A única maneira de o partido possivelmente conquistar esse momento na comunidade negra é entendendo esses assuntos, se envolvendo neles e estar preparado para falar sobre eles de uma maneira sincera, Steele disse. O único jeito de fazê-lo é usar as palavras desse pessoal. Essa é uma oportunidade de fazer isso.

Ivory disse que pessoas já conseguiram empregos no Comitê Nacional do Partido Republicano por conexões feitas em seu site.

Durante a Convenção Nacional Republicana de 2004, em Nova York, Ivory disse que um amigo negro que estava entrando no Madison Square Garden, local da convenção, foi confrontado por um homem branco que disse que opositores não eram bem-vindos. Ivory disse ao homem que seu amigo era um companheiro republicano.

Esse encontro inesperado, ele disse, enfatizou porque seu blog é útil. Se o partido não consegue alcançar as pessoas urbanas, Ivory disse, então de alguma forma temos que levá-los até lá.

Por JOHN ELIGON

Leia mais sobre eleições nos EUA

    Leia tudo sobre: eleições eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG