Iraque se aproxima de pacto de segurança com os EUA

Babdá - Negociadores iraquianos estão analisando uma proposta revista do atrasado pacto de segurança para governar a conduta das forças americanas no país, afirmou um porta-voz do governo na quarta-feira.

New York Times |

Acordo Ortográfico

O anúncio da existência de uma nova proposta, ainda que longe de ser final, indica que os iraquianos estão mais perto da aprovação.

A proposta inclui uma agenda de retirada das tropas americanas anteriormente discutida, com a retirada das principais cidades iraquianas até o próximo verão e do país até 2011, disse o porta-voz Ali Al-Dabbagh.

Os iraquianos não ofereceram detalhes sobre a proposta e não se sabe se a retirada irá depender das condições de segurança no país.

A proposta também inclui provisões sobre outro assunto delicado: a possibilidade de soldados americanos conseguirem imunidade diante da lei iraquiana. Al-Dabbagh disse que a proposta daria imunidade aos americanos quando em operações militares no país, mas que ela não se aplicaria caso os soldados estejam fora de serviço, algo a que alguns líderes iraquianos se opõem.

Os governos do EUA e Iraque não consideram a atual proposta final.

Alguns membros do Parlamento dizem que as alegações do governo iraquiano de que houve progresso em relação ao pacto de segurança foram exageradas.

Muitos legisladores iraquianos afirmam que a provisão que propõe imunidade, que os Estados Unidos apoiaram, é muito ampla e querem que os soldados americanos respondam às leis locais por suas ações. Os americanos insistem que seus soldados precisam ter imunidade quando em operações militares.

A notícia de que o pacto de segurança se aproxima acontece num dia em que os militares americanos anunciaram que seus soldados mataram o segundo principal líder da Al-Qaeda na Mesopotâmia. O insurgente foi identificado como Abu Qaswarah, também conhecido como Abu Sara. Ele comandou as operações do grupo no norte do Iraque, área do país que permanece atingida por extremistas sunitas insurgentes, afirmaram os militares..

Os militares dizem que Abu Qaswarah foi morto no dia 5 de outubro na região de Mosul no norte do Iraque.

Leia mais sobre: Iraque

    Leia tudo sobre: iraque

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG