Ike deixa as crianças sem eletricidade e sem ocupação

HOUSTON, Texas - Keyshawn Humphrey, 4, sentou na varanda do seu apartamento ensopado, segurando mal-humorado um refrigerante de uva e usando uma tigela na cabeça.

The New York Times |

Acordo Ortográfico

Ele procura o cachorro que fugiu. Seus amigos no condomínio se foram e escaparam dos danos causados pelo furacão Ike. Keyshawn começou a choramingar.

Eu sei qual o é problema, disse o pai, Mark Humphrey.

Keshawn lamenta, eu quero alguém para brincar. Você está preguiçoso, rebateu o pai.  

Terça-feira foi o quarto dia sem eletricidade para muitos residentes de Houston, o quarto dia sem Nintendo ou X-Box, Bob Esponja ou latas de suco de laranja geladas. Muitas das escolas da região estarão fechadas até o fim da semana, deixando dezenas de milhares de crianças com pouca coisa para fazer enquanto seus pais lutam por materiais básicos como gelo e água e começam a pensar quando e como voltarão ao trabalho.


Sem eletricidade, as crianças têm poucas opções de lazer dentro de casa / Reuters

Com as ruas cheias de escombros, muitas crianças ficaram confinadas em suas varandas ou esperando em longas filas com seus pais por comida e gás. No rádio, um âncora parecia empolgado enquanto anunciava que o Museu da Criança e o Zoológico de Houston poderiam reabrir na quarta-feira.

Mesmo para as famílias mais sortudas que ainda têm eletricidade, a rotina foi quebrada e as crianças estavam mal-humoradas. Eles querem assistir vídeos, disse Vondra Griffin, 34, enquanto seus filhos e sobrinhos brincavam de esconde-esconde no parque que quase foi arrasado por uma árvore que caiu. Eles ficam entediados porque seus pais estão assistindo ao noticiário. 

Salah Broussard, aluna do segundo grau, não está entediada. Eu ando de bicicleta, disse. Eu fiz um carro com meu skate, uma camiseta e a tampa da caixa de ferramentas. Eu li um livro.

Sua mãe, Danna Nalls, sorri. Ela tem muita energia, disse.

Ali perto, em um ponto de distribuição de materiais básicos montado pela Agência Federal de Controle de Emergência (Fema), Shirley Nichols espera em companhia do neto, Dontauris Ballett, 8. Nichols contou que quando o furacão começou, ela tinha bastante gelo para esfriar a insulina que toma para a diabetes, mas não contava com a falta de energia por tanto tempo.

Nem Dontauris. Eu estou pronto para olhar para a TV e jogar um pouco de video-game, disse. Eu quero ver Bob Esponja.

No fim da rua, Lela Kern espera no carro com seus dois bisnetos, Dawn Moore and Kamron George, ambos com 4 anos. Kamron enrola meticulosamente um carregador de telefone ao redor de descanso de cabeça em frente a ele e, assim que ele se distrai, Dawn meticulosamente desenrola.

Claro que eles estão entediados, porque eles não têm eletricidade, disse Kern. Minha filha disse que outro dia ela teve que ler para eles todos os livros da casa.

A mãe e a avó de Dawn retornaram ao carro carregando sacolas de gelo e caixas com refeições militares.

Uno (jogo de cartas) é muito bom, disse a mãe, que só revelou seu primeiro nome, Constance. Eu tirei todas as cartas coringas no jogo. Mas ainda estamos aprendendo nossas cores, o que é bom. Melhor que só livros, livros, livros.  

Por SHAILA DEWAN

Leia mais sobre Ike

    Leia tudo sobre: ike

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG