Funcionários da equipe de Kennedy comemoram 50 anos de sua posse

Quinze membros da equipe do ex-presidente americano se reuniram na quinta-feira para almoço em que relembraram discurso histórico

The New York Times |

Os velhos hábitos custam morrer, mesmo cinco décadas depois.

Sentada à cabeceira de uma longa mesa na churrascaria Charlie Palmer, Letita Baldrige, a secretária social de Jacqueline Kennedy na Casa Branca, bateu com uma caneta em sua taça de vinho para silenciar a plateia e avisou que alguém deveria propor um brinde. Quando isso não funcionou, ela tentou tilintar o vidro com sua faca. E quando isso ainda não resolveu, ela desistiu.

"Protocolo", disse Baldrige. "Eu não posso ser a primeira a fazer um brinde. O primeiro brinde tem de vir do anfitrião ou do convidado de honra".

The New York Times
Lelita Baldridge, que foi secretária de Jackie Kennedy, tira foto em reunião para celebrar 50 anos da posse de Kennedy
Na quinta-feira, na capital da nação, o convidado de honra era o presidente John F. Kennedy, que havia tomado posse 50 anos antes. Quinze membros da equipe de Kennedy na Casa Branca se reuniram para almoçar em um restaurante com vista para o Capitólio, para relembrar o seu famoso discurso.

"Naquele dia tivemos uma nevasca terrível, você se lembra Jean?", disse Gloria Sitrin, secretária de longa data de Theodore C. Sorensen, assessor de Kennedy. "E naquela noite, lembro que as mãos do meu marido estavam geladas de limpar o parabrisas do carro a caminho do baile inaugural. Lembra disso,
Jean?". Jean Lewis, que trabalhou nas relações com o Congresso, lembra muito bem.

O grupo era formado na sua maioria por mulheres e elas vieram vestidas com casacos e cachecóis, roxos e pretos, adornados por pequenos broches de Kennedy, além de grandes brincos e colares e, em alguns casos, próteses auditivas discretas.

"Nós éramos secretárias", disse Sue Vogelsinger, assessora de imprensa de Kennedy, oferecendo uma análise compreensiva. "Não recebíamos nenhum crédito, mas cuidávamos do lugar".

The New York Times
Membros do gabinete de John F. Kennedy celebram 50 anos da posse do ex-presidente americano
Bess Abell, assistente pessoal de Lady Bird Johnson, que depois se tornou sua secretária social, disse que frequentemente recebe cartas de pessoas que querem se tornar secretária social na Casa Branca perguntando o que ela fez para conseguir o emprego.

"Bem, eu tinha os pais certos", disse ela. Seu pai, Earle Clements, foi senador e depois governador do Estado de Kentucky, e o casal Johnson era amigo da família. Durante a campanha, Abell se viu destinada a trabalhar no escritório de discursos de Lyndon B. Johnson. “Era o cargo mais inútil que você pode imaginar, porque ele só fez um discurso durante a campanha, e o fez diversas vezes", disse.

Cinquenta anos depois, ela finalmente foi capaz de aproveitar aquele momento tão especial. Durante o discurso de posse de Kennedy, ela disse: "Eu estava na Casa Branca, no terceiro andar, na imundície e sujeira da mudança, discutindo com o mordomo chefe. Mas agora posso comemorar”.

*Por Ashley Parker

    Leia tudo sobre: john f. kennedyeuacasa branca50 anos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG