Fortuna pessoal de candidatos vira tema de campanha eleitoral

Os senadores Barack Obama e John McCain trocaram farpas na última quinta-feira atacando a quantidade de casas, lareiras e até mesmo adegas um do outro e usando valores brutos alusivos para prejudicar o concorrente e ressaltar sua própria posição como capaz de se relacionar com as dificuldades econômicas do país.

The New York Times |

Com ambos os candidatos convencidos que eleitores em dificuldades financeiras podem ser a chave para a eleição em novembro (especialmente em Estados disputados como Ohio e Pensilvânia) Obama e McCain tomaram uma nova medida para criar empatia com a classe média trabalhadora e os operários americanos, algo difícil dada sua própria riqueza pessoal.

Tanto num comercial de TV quanto num evento realizado na Virgínia na quinta-feira, Obama mencionou comentários feitos por McCain um dia antes, expressando incerteza sobre o número de casas que possui . (Oito, em conjunto com sua mulher, afirmaram os assessores de Obama; quatro, de acordo com a equipe de McCain.)

Os conselheiros de Obama retrataram a afirmação de McCain como politicamente explosiva, quando contrastada com a crise imobiliária que acabou com o sonho americano da casa própria.

A equipe de McCain rapidamente respondeu com seu próprio comercial e condenações, afirmando que Obama tem uma "mansão" (uma definição discutível) com quatro lareiras em Chicago, e reavivando dúvidas sobre o questionável acordo de terras do candidato democrata com Antoin Rezko, um homem de negócios que foi condenado em junho por fraude e corrupção.

A troca de farpas ressalta como os dois candidatos ainda procuram formas de se relacionar com os eleitores a respeito de suas dificuldades.

Obama se tornou milionário ao escrever livros e perdeu primárias no início do ano em Ohio, Pensilvânia e Indiana para uma rival, a senadora Hillary Rodham Clinton, que apelava aos eleitores com plataformas possíveis sobre questões econômicas pequenas.

McCain venceu o desafio das primárias ao bater o ex-governador de Massachusetts Mitt Romney, um rico executivo que também se concentrou na economia.

O número exato de casas pertencentes a McCain ficou incerto na quinta-feira, quando a questão foi levantada novamente depois de ter surgido durante uma entrevista para o Politico no dia anterior. Os assessores de McCain disseram que a família tem quatro residências: um rancho em Sedona, Arizona e apartamentos de luxo em Phoenix, San Diego e na Virgínia.

A família de Cindy McCain também tem outras propriedades que são usadas por parentes. A campanha de Obama diz que o número que informou se baseia nas propriedades que aparentemente Cindy McCain, e em alguns casos John McCain, parecem possuir.

A casa de Obama na região de Hyde Park em Chicago tem quatro lareiras e uma adega.

Por PATRICK HEALY e KATHARINE Q. SEELYE

Leia mais sobre eleições nos EUA

    Leia tudo sobre: eleições nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG