Família americana se especializa na produção de hóstia em Rhode Island

GREENVILLE - Para a família Cavanagh,o produto que fazem em uma fábrica discreta dessa cidade não passa de água e farinha. Mas para milhões de pessoas em igrejas de todo o mundo, é uma oferenda sacra.

The New York Times |

NYT
A oferenda sacra teve crescimento nos últimos 65 anos
A produção é usada por diversas igrejas nos EUA

De um ponto de vista puramente econômico, é algo que é quase tão raro: um negócio resistente à recessão.

Com exceção de uma pequena queda durante os escândalos envolvendo padres católicos, a empresa Cavanagh Co. que fabrica hóstias cresceu continuamente nos últimos 65 anos.

A hóstia é usada como oferenda sacra que, para católicos e alguns outros cristãos, representa a divisão do pão na última ceia e o corpo de Cristo.

A companhia familiar faz cerca de 80% das hóstias usadas pelas igrejas católicas, episcopais, luteranas e batistas dos Estados Unidos. Sua representatividade é similar nos mercados da Austrália, Canada e Grã-Bretanha, e busca expandir para a África.

"Nós operamos como uma padaria e fazemos pão", disse Andy Cavanagh, gerente geral da companhia e parte da quarta geração da família que trabalha no negócio. "Nós respeitamos o que acontece com ele, mas essa transformação está fora de nossas mãos e acontece na igreja. O melhor que podemos fazer é garantir que tudo esteja tão perfeito quanto possível".

Durante cerca de 20 anos, o pão Cavanagh era pequeno, branco e quase transparente, para derreter na boca. Depois das mudanças iniciadas no Segundo Conselho do Vaticano nos anos 1960, as igrejas católicas optaram por um formato mais grosso e mastigável, como pão de verdade.

A família passou a produzir as hóstias de hoje - geralmente feitas de trigo integral e seladas para evitar quebra.

A companhia não revela os números de vendas, mas diz que produz cerca de 850 milhões de hóstias ao ano e que cada uma custa menos de um centavo de dólar.

Por KATIE ZEZIMA

Leia mais sobre hóstia

    Leia tudo sobre: hóstia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG