Exército tailandês usa enchentes para melhorar opinião pública

Em país dividido sobre papel dos militares na vida civil, generais usam inundações para mostrar lado amigável do Exército

The New York Times |

Tropas e caminhões do Exército estão circulando pelas ruas de Bangcoc, capital da Tailândia, novamente. Mas dessa vez não é para enfrentar manifestantes ou derrubar um primeiro-ministro.

Em vez disso, eles estão transportando moradores ao redor da cidade em veículos militares pesados que conseguem passar por suas ruas inundadas, com faixas em que se lê: "Exército Real da Tailândia na ajuda ao povo."

Leia também: Enchentes fazem de Bangcoc uma cidade de desabrigados

AP
Menino nada em rua alagada no dia 6 de novembro em Bangcoc

Em um país profundamente dividido sobre o papel dos militares na vida civil, os generais de alto escalão da Tailândia têm usado as piores inundações que o país teve nas últimas décadas como uma oportunidade para mostrar um lado mais amigável do Exército.

Milhares de soldados foram enviados para a capital para ajudar os civis. Ao mesmo tempo, os militares têm transmitido uma série de anúncios na televisão mostrando seus soldados como mais do que apenas combatentes endurecidos, incluindo um em que as crianças aprendem sobre os soldados que construíram estradas e cuidaram dos doentes. "Somos o Exército do povo", diz uma voz no final dos anúncios.

O chefe do Exército tailandês, o general Prayuth Chan-ocha – que liderou as tropas contra manifestantes antigovernamentais em Bangcoc no ano passado em um episódio de violência que deixou pelo menos 90 mortos – disse repetidamente que ele quer que os militares sejam vistos como uma força benevolente e apolítica na sociedade tailandesa. "Quero que as pessoas amem os soldados", disse Prayuth, de acordo com a imprensa tailandesa.

Em outubro, Prayuth trocou sua equipe de relações públicas, promovendo um soldado fotogênico, o tenente-coronel Wanchana Sawasdee, a porta-voz adjunto. Bem-educado e arrojado, Wanchana também é o ator principal de uma série de filmes, financiados em parte pelo governo, que contam a história dos antigos triunfos tailandeses sobre os inimigos birmaneses.

Ao todo, cerca de 50 mil soldados, mil caminhões e mil embarcações militares estão sendo usados nas enchentes em Bangcoc e arredores, segundo os militares.

De certa forma, a imagem do Exército tailandês parece melhorar. Uma página do Facebook intitulada "Nós Amamos as Forças Militares Tailandesas" tem mais de 17 mil seguidores. "Agora eu amo os militares ainda mais do que antes", disse o usuário da página Somwang Platong. "Os militares são os verdadeiros heróis de Bangcoc e de todo o povo."

Alguns tailandeses, porém, ainda não estão convencidos de que os esforços do Exército são uma prova de natureza filantrópica. "Temos que distinguir entre o dever e a caridade", comentou um usuário do grupo de notícias online, o Pantip.com.

Por Thomas Fuller

    Leia tudo sobre: tailândiaenchentebangcocexércitomilitarinundaçãochuvacheia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG