Exército americano adota sistema wiki para reescrever manuais de campo

Entre para o Exército, onde você pode editar tudo aquilo que você pode editar.

The New York Times |

Em julho, em uma acentuada ruptura com as tradições, o Exército passou a encorajar seu pessoal (de soldados rasos a generais) a acessar a internet para colaborar com a reforma de seus sete manuais de campo que ensinam todos os aspectos da vida na força militar.

O programa usa o mesmo software da enciclopédia online Wikipédia e pode fazer com que centenas de normas do Exército sejam "wikificadas".

O objetivo, dizem os oficiais por trás do esforço, é levar em conta a experiência e opinião de soldados testados em combate, ao invés de confiar em especialistas dentro das faculdades e centros de pesquisa do Exército, que tradicionalmente escrevem os manuais.

"Durante centenas de anos o Exército escreveu suas doutrinas de um modo particular e nos últimos meses passamos a fazer isso através desta wiki", disse o coronel Charles J. Burnett, diretor do Sistema de Conhecimento de Comando da Batalha do Exército.

"Antes, apenas alguns poucos escolhidos podiam escrever nossas doutrinas. Agora, imagine o desafio de aceitar que qualquer pessoa pode ir na wiki e fazer uma mudança - este é um enorme desafio, culturalmente."

Nos últimos anos, projetos colaborativos como o navegador Firefox ou páginas da Wikipédia floresceram com o crescimento da internet, mostrando o poder de seus milhares de colaboradores.

Não é surpresa que instituições centralizadas tenham resistido a tais ferramentas, temendo a perda do controle que vem com permissão de que qualquer um ao longo da cadeia de comando contribua de maneira igualitária.

Ainda assim, o Exército parece disposto a aceitar alguma perda deste controle. Durante os três meses da versão beta do programa, os manuais atuais poderão ser editada por qualquer um ao redor do mundo que tenha recebido uma identidade de acesso ao sistema de internet do Exército.

Cerca de 200 outros manuais de campo altamente práticos que serão renomeados Táticas, Técnicas e Procedimentos do Exército, ou ATTP na sigla em inglês, serão os próximos candidatos à wikificação.

Como acontece na Wikipédia, essas mudanças aparecerão imediatamente no site, mas há um time responsável por cada manual para revisar o novo conteúdo. Ao contrário da Wikipédia, no entanto, não haverá nenhum colaborador anônimo.

A ideia tem o apoio dos mais altos escalões das forças armadas. O tenente general William B. Caldwell, chefe do Centro de Forças Combinadas de Forte Leavenworth, Kansas, escreveu no blog do centro no dia 1º de julho, que "ao abraçar tecnologia, o Exército pode economizar dinheiro, romper barreiras, agilizar processos e construir um futuro brilhante".

Leia mais sobre Exército dos EUA

    Leia tudo sobre: exercito dos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG