Estilo de vida de homens das cavernas encontra espaço na cidade

NOVA YORK - Como muitos solteiros de Nova York, John Durant tenta manter seu apartamento apresentável - só por via das dúvidas, caso ele traga para casa a futura Sra. Durant. Ele compartilha o quinto andar de um prédio com três amigos, mas o lugar é limpo e ele nunca esquece de molhar as plantas.

The New York Times |

A única coisa que Durant teme poder assustar uma convidada é sua compra mais recente: um grande freezer que fica no canto de sua sala de estar. É ali que ele guarda os miúdos e costelas e outras carnes.

Durant, 26, que trabalha no setor de publicidade online, faz parte de uma subcultura de Nova York cujos membros buscam boa saúde através de um seletivo retorno a hábitos adotados por seus antepassados paleolíticos. Ou como ele e alguns dos amigos se descrevem: homens das cavernas.


John Durant guarda carne para ser consumida em sua dieta "das cavernas" / NYT

O estilo de vida dos homens das cavernas, na interpretação de Durant, envolve comer grandes quantidades de carne e jejuar entre refeições durante o tempo aproximado que levaria para seus antepassados distantes concluírem uma caça.

Legumes e frutas também entram na dieta, mas ele evita comidas como pães, que não existiam antes da invenção da agricultura.

Durant acredita que o corpo humano evoluiu no estilo de vida do caçador e apanhador e sua meta é abandonar o que vê como muitos milênios de maus hábitos.

Estes homens das cavernas urbanos também escolhem rotinas de exercícios que se concentram em corridas e saltos, para replicar como uma pessoa pré-histórica fugiria de um mastodonte.

Em uma cidade como Nova York, tomada por restaurantes vegetarianos e estúdios de ioga, os homens das cavernas desafiam as ideias de outras pessoas sobre o que é saúde.

A vida dos homens das cavernas em Nova York era uma ambição solitária antigamente. Mas Durant adotou uma posição de líder entre os cerca de outros 10 seguidores do estilo no último ano. 

Ele preparou jantares coletivos em seu apartamento e ensinou como fazer carne salgada com os congelados de seu freezer.

Nova York pode ser um ambiente desafiador para o aspirante a homem das cavernas. Profissões inteiras, inconscientes do nascer e pôr do sol, labutam diante de computadores. E a cidade proíbe a caça e coleta, pelo menos quando cometida nos parques públicos. Colher uma planta, roubar ovos de um ninho ou caçar um esquilo podem levar à prisão.

Mas o surpreendente consenso entre os homens das cavernas é que a cidade é um paraíso.

"Nova York é a única cidade na América na qual se pode caminhar", disse Nassim Taleb, investidor que ganhou ares de celebridade por suas teorias sobre como eventos extremos podem abalar o mercado financeiro, descritas em "The Black Swan". "As pessoas tratam o ato de caminhar como um exercício", ele disse, "mas caminhar é como os humanos se tornam humanos".

Leia mais sobre saúde

    Leia tudo sobre: saúde

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG