Equipe de Obama fala sobre projeto de lei para o meio ambiente

WASHINGTON - Oficiais da gestão Obama disseram na quarta-feira que uma proposta ambiciosa sobre energia e mudança climática patrocinada pelos democratas da Câmara pode ajudar a criar empregos e reduzir as emissões de gases causadores do efeito estufa, mas não chegaram a apoiá-la.

The New York Times |

O secretário de energia Steven Chu e Lisa P. Jackson, responsável pela Agência de Proteção Ambiental, disseram a um comitê da Câmara responsável pela medida que acreditam que ela poderá ajudar o presidente Barack Obama a atingir seus objetivos em relação à mudança climática, gerando tecnologias limpas e reduzindo a dependência do petróleo estrangeiro.

Ainda assim, ambos disseram que ainda estão estudando os detalhes do rascunho de 648 páginas, divulgado no  mês passado por dois legisladores democratas, os representantes Henry A. Waxman da Califórnia e Edward J. Markey de Massachusetts. Na verdade, Chu e Jackson disseram que não leram todo o rascunho e que a gestão não deu sua benção ao projeto ainda. Eles afirmaram que irão trabalhar juntamente com o Congresso para ajudar a moldar uma lei prática.

A medida da Câmara, o projeto de lei mais amplo sobre energia e meio ambiente a passar pelo Congresso em anos, exigiria grandes mudanças na forma como os Estados Unidos geram energia, aquecem e iluminam casas e escritórios, e transportam pessoas e bens.

Uma das principais provisões estabeleceria um programa de créditos de carbono para limitar as emissões de gases causadores do efeito estufa. Obama pressionou inúmeras vezes pela ideia como parte de qualquer medida eventual, mas ele e seus assistentes sênior deixaram os detalhes do projeto nas mãos do Congresso.

Leia mais sobre meio ambiente

    Leia tudo sobre: meio ambiente

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG