Envolvidos em rede de prostituição devem alegar culpa

A mulher acusada de ser a principal agenciadora da cadeia de prostituição utilizada por Eliot Spitzer deve alegar culpa pelas acusações sobre seu papel na rede, pessoas envolvidas na questão afirmaram na segunda-feira.

The New York Times |

Temeka Rachelle Lewis, 32, deve alegar culpa diante da Corte Distrital dos EUA em Manhattan para as acusações de lavagem de dinheiro e conspiração. Ela seria a primeira dos quatro acusados nas operações da rede a ter seu caso analisado.

Advogados dos outros três acusados de envolvimento na rede - que segundo as autoridades arranjavam encontros entre homens ricos e mulheres, em hotéis luxuosos dos Estados Unidos e Europa - negociam a alegação de culpa com a promotoria, de acordo com a documentação apresentada na semana passada.

Dois dos três acusados devem seguir esse caminho em breve.

Spitzer anunciou sua renúncia ao cargo de governador de Nova York, no dia 12 de março, dois dias depois dos relatos que o indicavam como o cliente número nove em documentos de processo contra a rede, mais conhecida como Emperor's Club VIP. Ele pode ter que responder por atos criminosos, possivelmente gerados nas transações feitas para pagar ao menos meia dúzia de encontros com prostitutas.

Diversos ex-promotores e advogados afirmam que o movimento que busca resolver as acusações contra Lewis e seus parceiros sugere que os promotores estão próximos de uma decisão sobre um possível processo contra Spitzer. As alegações não indicam claramente que decisão o governo pode tomar, eles disseram.

"É uma indicação - não é definitivo" que uma decisão esteja próxima no caso de Spitzer, disse Patricia A. Pileggi, advogada de defesa que serviu como promotora por 25 anos.

Brandy Bergman, porta-voz de Spitzer, se recusou a comentar, da mesma forma que Rebekah Carmichael, porta-voz de Michael J. Garcia, promotor de Manhattan responsável pelo caso.

    Leia tudo sobre: spitzer

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG