Encontro casual tenta encerrar debate sobre raça nos EUA

WASHINGTON - Eles vieram, eles se encontraram, eles beberam. Mas eles não se desculparam.

The New York Times |

O antecipado encontro para uma cerveja entre o presidente Barack Obama, o professor de Harvard Henry Louis Gates Jr. e o sargento James Crowley do Departamento de Polícia de Cambridge, Massachusetts, aconteceu na noite de quinta-feira, acompanhado minuto a minuto pela imprensa e com uma participação de última hora do vice-presidente Joe Biden.


Reunião aconteceu no jardim da Casa Branca / NYT

Depois de 10 dias de cobertura ininterrupta da mídia sobre o caso, que gerou inúmeras notícias sobre raça, os protagonistas se sentaram durante menos de uma hora em uma mesa em frente ao Salão Oval.

"O que aconteceu hoje foi que dois cavalheiros que concordam em discordar sobre um assunto particular se encontraram", disse Crowley durante uma entrevista coletiva depois do encontro. "Nós não gastamos muito tempo revivendo o passado e decidimos olhar para frente." Gates disse em uma entrevista: "eu não acho que ninguém além de Barack Obama poderia ter pensado em nos reunir".

Os dois homens e suas famílias, que os acompanharam à Casa Branca, se encontraram pela primeira vez durante excursões individuais pela Casa Branca na tarde de quinta-feira.

Quando os dois começaram sua reunião com Obama, eles já poderiam reportar progresso e disseram ao presidente que fizeram planos para almoçarem juntos em breve.

Biden, que pôde usar sua credibilidade com os assalariados e sindicalizados americanos, acrescentou equilíbrio à oportunidade para fotografias que a Casa Branca criou: dois homens negros e dois homens brancos, sentados ao redor de uma mesa.

Anteriormente, Obama se disse "fascinado com a fascinação" a respeito do assunto, que tem agitado o país desde que Crowley, respondendo a um chamado sobre uma possível invasão de domicílio, prendeu Gates por conduta desordeira embora ele estivesse em sua própria casa.

Obama aumentou o debate uma semana depois quando disse, durante uma coletiva de imprensa, que a polícia de Cambridge havia agido "estupidamente" ao prender Gates, palavra cuja escolha ele lamentou posteriormente.

A imprensa pode acompanhar a reunião de longe por aproximadamente 40 segundos - e de uma distância na qual os repórteres não puderam ouvir uma palavra que foi dita.

No entanto, alguns detalhes emergiram:

Obama e Biden estavam apenas de camisa, Crowley e Gates usavam ternos.

Os quatro bebiam cerveja em canecas. Obama bebeu Bud Lite, Crowley pediu Blue Moon, Gates optou por Sam Adams Light e Biden, que não bebe, saboreou uma Buckler sem álcool.

Os quatro homens petiscaram amendoins e pretzel de pequenas tigelas de prata.

Leia mais sobre Barack Obama

    Leia tudo sobre: barack obama

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG