Empresário de rede de pizzarias quer disputar presidência dos Estados Unidos

Herman Cain, que fez fortuna com refrigerantes, hambúrgueres e pizza antes de rumar para a política, quer indicação republicana para concorrer em 2012

The New York Times |

Herman Cain, que fez fortuna com refrigerantes, hambúrgueres e pizzas antes de entrar para a política no fim da vida, declarou no sábado sua candidatura a algo que poucos políticos parecem querer atualmente: a indicação republicana à presidência em 2012.

Em um comício ao meio-dia em um parque em Atlanta, sua cidade natal, Cain, 65 anos, cujas credenciais fiscais conservadoras fizeram dele um favorito entre alguns defensores do movimento Tea Party, prometeu "uma visão real" para enfrentar problemas econômicos e de política externa cada vez maiores.

AP
Herman Cain anunciou candidatura à presidência no sábado, em Atlanta
E ele prometeu desmentir os "São Tomás" que o consideram um tiro no escuro. "Eu não estou concorrendo pelo segundo lugar!", ele gritou para o delírio de alguns milhares de apoiadores, e explicou "a doutrina de Cain" para promover o crescimento econômico e proteger a segurança nacional.

Em um vídeo elegante, que acompanhou o seu anúncio, Cain ofereceu poucas propostas concretas, mas invocou temas completos que lembraram o estilo Reagan e fez alusões ao papel de Deus na América, ao prometer o que chamou de "um novo sonho americano". "Nós podemos transformar esse país", disse ele. "Vamos fazer desse um grande país novamente”.

Cain, que nunca ocupou um cargo público, disse que irá saltar de cabeça na disputa republicana, que é tão notável por quem concorre quanto por quem fica de fora.

Desistências

Grandes nomes como Mike Huckabee, o ex-governador do Arkansas, Haley Barbour, governador do Mississippi, e Donald Trump, o empresário e apresentador de reality show, anunciaram recentemente que não irão buscar a indicação do partido.

Sarah Palin, ex-governadora do Alasca, ainda tem de declarar suas intenções. Mas o resto do cenário está lentamente se formando. Tim Pawlenty, um ex-governador de Minnesota, deve declarar sua candidatura nesta segunda-feira em Iowa.

Mitt Romney, antigo governador de Massachusetts, deu início a uma campanha exploratória e está arrecadando dinheiro agressivamente. Jon M. Huntsman Jr., um ex-governador de Utah e embaixador dos Estados Unidos na China, está ponderando se deve entrar na disputa, e o governador de Indiana, Mitch Daniels, disse que vai anunciar seus planos em breve.

Enquanto outros possíveis candidatos pularam dos eventos no início deste ano, Cain tem cruzado o país e tentado construir o reconhecimento de seu nome entre um público mais familiarizado com a sua empresa, a Godfather’s Pizza, do que com o próprio candidato.

Os apoiadores iniciais de Cain esperam que seu estilo de fala franca, sua história de vida e seu sucesso nos negócios apelem aos eleitores conservadores.

*Por Eric Lichtblau

    Leia tudo sobre: Herman Cainpartido republicanoeuaeleições 2012

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG