Editorial - Segurança na Bósnia volta a ser discutida nos EUA

Já faz muito tempo que os Estados Unidos prestaram um alto nível de atenção à Bósnia. Depois que o Acordo Dayton de 1995 acabou com os horrores genocidas, Washington seguiu com outras prioridades e deixou a fiscalização da paz na região a cargo da Europa. Agora chegou o momento de voltar a se envolver antes que o acordo se desfaça.

The New York Times |

Felizmente, o retorno imediato da violência parece improvável. Mas Dennis Blair, o novo diretor de inteligência nacional, alertou o Congresso recentemente que o sobrevivimento da Bósnia como um Estado multiétnico está em risco, com a tensão em seu ponto  mais alto em anos. O acordo que acabou com a guerra criou um sistema político centralizado que agravou, ao invés de erradicar, as divisões.

Os líderes políticos da Bósnia continua a usar os preconceitos étnicos e inseguranças de seus compatriotas. Haris Silajdzic (o muçulmano na presidência de três membros da Bósnia) pediu que a República Sérvia dentro da Bósnia seja abolida. O primeiro-ministro sérvio bósnio, Milorad Dodik, que é apoiado pela Rússia, falou em secessão.

No final, o povo da Bósnia precisa assumir responsabilidade pelo que seu país se tornou. Mas os Estados Unidos, que lideraram as negociações pelo acordo de Dayton, têm interesse em garantir que a paz não seja prejudicada. Bem como a União Europeia, que tem 2,000 soldados de paz e representantes especiais na Bósnia.

Os Estados Unidos e seus aliados precisam criar um plano para salvar a promessa de Dayton. Eles podem usar a possibilidade de uma possível participação na UE para fazer com que os bósnios criem uma nova constituição que finalmente crie um Estado multiétnico funcional. Estamos satisfeitos que os assessores de Obama estejam voltando a debater a Bósnia. O compromisso do novo presidente com a diplomacia pode ajudar a garantir que os horrores não voltem a acontecer na Bósnia.

Leia mais sobre Bósnia

    Leia tudo sobre: bósnia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG