Editorial: quem irá proteger as florestas americanas?

Durante sua campanha presidencial, Barack Obama apoiou uma regulação criada perto do final da era Clinton que proibia a atividade comercial e a construção de estradas em quase 25 milhões de hectares de florestas nacionais.

The New York Times |

Ansioso para abrir estas florestas para a exploração por companhias de madeira e petróleo, a gestão Bush passou oito anos tentando prejudicar o projeto. Ele continua um risco e o presidente Barack Obama deve intervir agora para recuperar a lei e as florestas que ela protege.

O presidente ou Tom Vilsack, cujo dever como secretário da agricultura inclui coordenar o Serviço Florestal, precisam primeiro emitir uma diretiva que ordene que o órgão não aprove ou proponha qualquer ação inconsistente com a lei.

Tradicionalmente, oficiais locais e regionais têm amplo poder em determinar as políticas aplicadas nas florestas. Vilsack deve reservar para si qualquer grande decisão até que a lei esteja mais firmemente estabelecida.

A segunda prioridade de Obama é fazer com que todos em sua gestão estejam na mesma página. Em um infeliz resquício da era Bush, advogados do Departamento de Justiça estão desafiando a lei na corte apesar do apoio do presidente a ela.

Além disso, ainda que a Casa Branca tenha mudado de mãos, o Serviço Florestal não mudou. Seu principal oficial, Gail Kimbell, foi indicado por Bush. Vilsack e Obama precisam colocar sua própria pessoa no comando do órgão. 

Finalmente, tendo pedido "tempo" e posicionado seus advogados e o Serviço Florestal no lado certo desta questão, Obama precisará usar todo o poder da Casa Branca para aprovar o código que transformaria o projeto para florestas sem estradas em lei. Como senador, Obama co-patrocinou exatamente este projeto. 

A lei foi uma das conquistas ambientais do presidente Bill Clinton. Graças a ela (e ao protesto de cidadãos e esforços legais de grupos ambientalistas) poucos quilômetros de novas estradas foram construídos em áreas protegidas desde 2001.

Mas a contínua confusão legal (desde que a lei foi suspensa pelo 9º Circuito e abatida na corte distrital de Wyoming) permitiu que as florestas regionais pudessem ser exploradas por projetos de extração de madeira em Idaho, Colorado, Oregon e na região de White Mountains, em New Hampshire.

Obama deve garantir que estas e outras ameaças às florestas nacionais sejam impedidas até que proteções mais permanentes sejam postas em prática.

Leia mais sobre Barack Obama

    Leia tudo sobre: barack obama

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG