Obama mantém vantagem sobre McCain, mostra pesquisa http://ultimosegundo.ig.com.br/eleicoeseua/ target=_topSaiba tudo sobre a corrida à Casa Branca Direto dos EUA: http://colunistas.ig.com.br/fronteiralivre/ target=_toprepórter do iG acompanha a reta final da disputa " / Obama mantém vantagem sobre McCain, mostra pesquisa http://ultimosegundo.ig.com.br/eleicoeseua/ target=_topSaiba tudo sobre a corrida à Casa Branca Direto dos EUA: http://colunistas.ig.com.br/fronteiralivre/ target=_toprepórter do iG acompanha a reta final da disputa " /

Editorial - Custo total de campanhas à presidência dos EUA pode chegar a US$ 2 bi

Quando especialistas disseram que esta poderia ser a primeira campanha política que custaria US$ 1 bilhão ficamos alarmados. Agora parece que a conta pode chegar ao chocante valor de US$2 bilhões. Claramente, o sistema precisa ser consertado. http://ultimosegundo.ig.com.br/eleicoeseua/2008/10/31/obama_mantem_vantagem_de_7_pontos_sobre_mccain_2088659.html target=_topObama mantém vantagem sobre McCain, mostra pesquisa http://ultimosegundo.ig.com.br/eleicoeseua/ target=_topSaiba tudo sobre a corrida à Casa Branca Direto dos EUA: http://colunistas.ig.com.br/fronteiralivre/ target=_toprepórter do iG acompanha a reta final da disputa

The New York Times |

Acordo Ortográfico

Os senadores John McCain e Barack Obama prometeram atualizar o sistema de financiamento público para manter os gastos nas próximas eleições dentro de limites razoáveis. Obama tem responsabilidade maior neste quesito: ele é o primeiro candidato a rejeitar o financiamento público na eleição geral desde que o sistema foi criado para combater a corrupção encontrada no escândalo de Watergate.

Ambos os candidatos inicialmente indicaram que iriam aceitar subsídios públicos e os limites de gastos que eles agregam. Obama mudou de ideia depois que sua campanha descobriu que poderia arrecadar uma enorme quantidade de dinheiro de pequenos doadores através da internet. Em setembro, Obama atraiu 632 mil doadores de primeira viagem que ofereceram em média US$ 87. No total, seu comitê arrecadou mais de US$ 300 milhões em pequenas doações.

Mas antes de alguém se empolgar com o financiamento popular, o comitê de Obama também dependeu do dinheiro de mais de 300 grupos de interesse que arrecadaram até US$ 500 mil cada um. A campanha de McCain nas primárias mostrou sucesso semelhante entre estes grupos.

O subsídio de US$ 84 milhões que McCain recebeu para a eleição geral deve aumentar nas eleições futuras. Obama claramente teve dinheiro para queimar em comparação. Durante o início das primárias, o subsídio atual de 1-1 em relação às doações de US$ 200 ou menos não é generoso o suficiente. Uma relação mais realista de 4-1 evitaria as grandes doações aumentando a atração de doações limitadas de americanos comuns, na internet ou não.

É preciso haver maior transparência no fluxo de dinheiro da internet. O Congresso também precisa acabar com a principal falha deste ano:
comitês de arrecadação combinados entre Estado e Federação que atingiram doadores abonados muito além do permitido.

A disponibilização da classe política é interminável e a única esperança de evitar abusos em relação ao dinheiro arrecadado é um sistema de financiamento público mais generoso e inteligente. Seja da Casa Branca ou do Senado, os candidatos deste ano estarão em posição de cumprir sua promessa de reforma do sistema.

Leia também:

    Leia tudo sobre: eleições nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG