Editorial: Congresso enfrenta fracasso de cerca na fronteira com México

Membros do Congresso que votaram a favor da cerca na fronteira dos EUA com o México como forma de evitar a a imigração ilegal demonstraram choque - choque a respeito das notícias de que o projeto está atrasado em anos e já ultrapassou em bilhões de dólares as projeções otimista da gestão Bush.

The New York Times |

Auditores informaram na semana passada que a seção "virtual" de alta tecnologia da cerca, de cerca de 45 quilômetros, terá um atraso de sete anos em relação à inauguração prevista para este mês.

Inicialmente, os projetistas falavam em usar tecnologia existente para radares de circulação, máquinas fotográficas e outros sensores, mas os problemas são muitos. Imagine, descobrir que máquinas fotográficas tremem em dias de mau tempo.

"Eu estou tentando entender por que isto é tão difícil", disse representante Michael McCaul do Texas. "Estas são basicamente máquinas fotográficas colocadas em postes".

A atual estimativa de custo para a cerca Buck Rogers? US$1,1 bilhão.

Investigadores do não partidário Gabinete de Responsabilidade relataram que a cerca maior e física - que cobre uma extensão de mais de 965 quilômetros entre San Diego e Brownsville, Texas - custa US$ 2,4 bilhões para ser construída e outros US$ 6,5 bilhões extra em manutenção nas próximas duas décadas.

Investigadores também concluíram que não há uma boa forma de se medir a eficiência da cerca.

O atual declínio em apreensões na fronteira pode ter acontecido por causa da economia ruim, bem como pelo fracasso da cerca (que os inovadores já aprenderam a invadir com cortadores, maçaricos e escadas). Mesmo assim, a cerca só cobre o terço mais manejável da fronteira com o México.

Membros do subcomitê de segurança da Câmara expressaram grave preocupação mas não foram muito além da tecnologia da cerca para analisar a realidade mais complexa: a necessidade de que o Congresso reforme as leis imigratórias do país.

Nenhuma cerca pode manter um imigrante determinado fora ou absolver o Congresso de sua responsabilidade.

Leia mais sobre México

    Leia tudo sobre: euaimigrantes ilegaisméxico

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG