Editorial: As últimas notícias de Illinois

Primeiro, promotores ouviram por acaso que o governador Rod Blagojevich de Illinois estava tentando leiloar a vaga do presidente eleito Barack Obama no Senado (em troca de dinheiro ou cargo público). Agora o ¿não tão bom¿ governador elevou sua confiança ao nível mais alto e abaixou ainda mais o nível da miséria dos cidadãos de Illinois.

The New York Times |

Acordo Ortográfico

Na terça-feira, ele quebrou a reclusão que seguiu sua prisão, apareceu de forma arrogante e anunciou que havia escolhido Roland Burris, ex-procurador geral de Illinois, para o cargo.

Burris, veterano democrata que deveria entender melhor a situação, cometeu o erro de aceitar a indicação com gratidão ¿ como se nada relacionado a Blagojevich estivesse fatalmente comprometido.

O líder dos democratas no Senado instantaneamente e corretamente rejeitou a indicação. Isso não vai acontecer, disse Harry Reid, líder da maioria. Ele deixou claro que a questão não eram as qualificações de Burris, mas a falta de credibilidade de Blagojevich.

Eu aproveitei a atenção que tive nas últimas duas semanas, bradou o governador que pareceu ainda mais distante da realidade.

O anúncio foi mais um ato da ópera protagonizada por Blagojevich que reduziu o palácio do governo a Illinois, onde procuradores estão indiciando e culpando participantes dos escândalos de compra e venda de favores. 

A atitude mostra o governador mais uma vez agindo desonestamente com o eleitor. Burris hipocritamente citou a premissa da inocência nos processos criminais. Mais defensores foram empregados quando o deputado Bobby Rush foi chamado para discursar longamente sobre as virtudes do governador e de seu indicado, e sobre a necessidade de manter a vaga do Senado nas mãos dos afro-americanos. Illinois consegue superar mais essa?

Além do processo criminal, a assembléia legislativa deveria apoiar o impeachment a fim de forçar o governador a deixar o cargo.

Os muitos problemas de Illinois não poderão ser resolvidos enquanto Blagojevich permanecer como governador. O assento estadual no Senado não poderá ser preenchido de maneira justa por uma pessoa tão convencida. 

Leia mais sobre Blagojevich

    Leia tudo sobre: blagojevichobama

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG