Dieta mediterrânea pode cortar o risco de diabetes

Adotar a dieta mediterrânea ¿ rica em azeite de oliva, grãos, frutas, nozes, vegetais e peixe, e fraca em carnes e laticínios ¿ pode reduzir o risco de diabetes.

The New York Times |

Cientistas acompanharam 13.380 universitários espanhóis saudáveis por uma média de quatro anos e meio, rastreando seus hábitos alimentares e confirmando novos casos de diabetes através de registros médicos. O estudo foi publicado online em 29 de maio no The British Medical Journal.

Os pesquisadores ordenaram o rigor de participação na dieta em uma escala de 10 pontos, e descobriram que aqueles com as classificações mais altas reduziram seu risco relativo de diabetes em 83%, em comparação com aqueles com as pontuações mais baixas.

Os autores reconheceram que o número de casos de diabetes encontrados foi pequeno, o que limita o poder estatístico da descoberta, e que as informações nutricionais foram baseadas em auto-relatos, o que nem sempre é confiável.

Ainda assim, a grande amostragem e a descoberta de uma relação de reação à dose entre a aderência mais rigorosa à dieta e a redução no risco de diabetes confere força ao estudo.

Existem as boas gorduras, como as do azeite de oliva, que são bastante saudáveis, diz Miguel A. Martínez-Gonzalez, o autor-chefe e professor de epidemiologia da Universidade de Navarra. Temos de mudar essa crença de que uma dieta de pouca gordura é a chave para a boa saúde.

    Leia tudo sobre: diabetes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG