Poderá a General Motors compensar anos de erros e fracassos em um minuto?" / nova GM - New York Times - iG" / Poderá a General Motors compensar anos de erros e fracassos em um minuto?" /

Depois da tempestade, a campanha da nova GM

FONT-FAMILY: -webkit-monospacePoderá a General Motors compensar anos de erros e fracassos em um minuto?

The New York Times |

Este é o ambicioso objetivo de um comercial de 60 segundos que irá ao ar na televisão americana na quarta-feira. O anúncio já pode ser visto no website gmreinvention.com e no YouTube. 

O comercial é em parte um mea culpa, em parte uma exaltação ao conceito de uma "nova" General Motors. Ainda que em alguns momentos pareça indulgente, há outros nos quais telespectador chega a pensar: "Hey, talvez a GM mereça uma outra chance".

Tais momentos acontecem quando o comercial fala claramente. "Sejamos honestos", diz o narrador. "Nenhuma companhia quer passar por isso".  "A General Motors precisa recomeçar, para se fortalecer", ele acrescenta.

Outro momento eficiente acontece quando é anunciado o que a GM deveria ter dito há muito tempo.

"Houve um tempo no qual oito modelos faziam sentido", diz o narrador. "Houve um tempo no qual nossa estrutura de gastos competia internacionalmente", diz o narrador. "Mas já não o faz". Essa é uma referência ao vão entre produção e custos entre a GM e a concorrência internacional.

Outros elementos são escorregadios demais para um comercial de arrependimento. Há muito uso do efeito eco, na tentativa de elevar a prosa à poesia. Por exemplo, o narrador entoa: "Não se trata de sair dos negócios. Se trata de fazer negócios".

Além disso, a imagem na tela oscila entre poderosa e neutra. Há uma bela cena de um efeito zoom no punho do boxeador Joe Louis na Avenida Jefferson, no centro de Detroit, como para dizer: "Pou! Bam! Estamos de volta!"

Mas também há fotografias genéricas (um pouso lunar, equipes esportivas, uma borboleta, uma corrida de cavalos, uma bandeira americana) que poderiam vir de qualquer campanha positiva para melhorar a imagem de uma corporação.

O comercial foi criado pela Deutsch, uma agência de publicidade de propriedade do Interpublic Group of Companies que lida com o marketing da GM, como as campanhas de produtos que em breve serão descontinuados, a exemplo do Saturn.

- STUART ELLIOTT

Leia mais sobre a General Motors

    Leia tudo sobre: gm

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG