Coreia do Norte tenta construir imagem de um novo líder

Documentário na TV estatal mostra Kim Jong-un como 'gênio militar' que interage com soldados e ostenta expressão jovial

The New York Times |

No domingo, a televisão estatal da Coreia do Norte chamou seu recém nomeado jovem líder, Kim Jong-un , de um "gênio militar" e mostrou imagens dele conduzindo um um tanque, sentado no cockpit de um avião de guerra e interagindo com soldados em uma jovial exibição de camaradagem muito diferente do estilo de seu falecido pai.

Novo líder: Documentário na TV norte-coreana promove Kim Jong-un

O documentário transmitido na TV Central da Coreia do Norte também alegou que Kim, que acredita-se estar na casa dos 20 e poucos anos, supervisionou o teste de lançamento do mais novo foguete de longo alcance do país, em abril de 2009.

"Eu estava determinado a entrar em guerra se os inimigos se atrevessem a interceptar" o foguete, ele disse no programa.

O programa parecia ser parte de uma campanha frenética da Coreia do Norte para solidificar a credibilidade de Kim Jong-un como um líder que pode comandar o seu exército de 1,2 milhão de soldados, uma das maiores Forças Armadas do mundo e crucial para a sua consolidação do poder.

Kim assumiu depois que seu pai, o ditador Kim Jong-il , morreu no dia 17 de dezembro . No mês passado, ele foi consagrado Comandante Supremo das Forças Armadas norte-coreanas, assumindo oficialmente o comando de muitos dos cargos militares e políticos de seu pai.

Desde então, a campanha de propaganda da Coreia do Norte o tem retratado como o "grande sucessor" da política de seu pai, que coloca os "militares em primeiro lugar". Mas o desenvolvimento de armas nucleares e os testes de mísseis de longo alcance trouxeram sanções econômicas que aprofundaram o isolamento e a pobreza do país.

O documentário de domingo começou com Kim Jong-un montado em um cavalo branco , como seu pai, Kim Jong-il, muitas vezes fazia nos vídeos de propaganda divulgados na Coreia do Norte. Não ficou claro quando e onde a maior parte do vídeo foi filmada.

Acredita-se que Kim Jong-un tenha sido preparado como sucessor, ao menos desde 2008, quando seu pai sofreu um derrame. Ele foi apresentado oficialmente como herdeiro no ano seguinte, ao ser condecorado como general de quatro estrelas e eleito vice-presidente da Comissão Militar Central do Partido dos Trabalhadores.

Embora diga que se formou na academia militar de Pyongyang, não há indicação de que ele tenha servido no Exército.

A mídia norte-coreana tem estado ocupada preenchendo as lacunas de seu currículo, alegando que ele escreveu sua primeira tese em estratégia militar quando tinha 16 anos. Durante a inspeção das tropas no ano-novo, ele participou de um exercício de tiros, "emitindo o primeiro som do ano-novo com balas de verdade", disse o documentário.

Ao contrário de seu pai, que normalmente permanecia solenemente presente durante essas inspeções e mantinha uma distância reverente dos soldados a menos que ele estivesse tirando fotos com eles, Kim foi visto rindo e apertando as mãos de oficiais do exército e soldados.

AP
Reprodução de vídeo da KRT mostra o novo líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, durante último dia do funeral de seu pai, Kim Jong-il, em Pyongyang

Kim Jong-il raramente fez aparições públicas nos três anos que seguiram a morte de seu pai, o presidente fundador da Coreia do Norte, Kim Il-sung, em 1994, e quando o fazia, sempre mantinha uma expressão séria. Diziam que ele esteve de luto durante esse período.

Mas Kim Jong-un não perdeu tempo em estabelecer sua credibilidade pública como líder. O documentário foi transmitido na suposta data de seu aniversário. Acredita-se que ele fez 28, 29 ou 30 anos no domingo. O governo da Coreia do Norte não anunciou sua data de nascimento exata e o noticiário do dia não mencionou nada a respeito de seu aniversário.

Por Choe Sang Hun

    Leia tudo sobre: coreia do nortekim jon unmorte de kim jong il

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG