Congresso está de olho na economia e nas eleições

WASHINGTON ¿ O congresso norte-americano está caminhando rapidamente em direção às eleições gerais de novembro, com os legisladores de ambas as partes intensificando esforços para explorar a opinião pública sobre a economia e o preço da gasolina como uma forma de fazer política para eles mesmos e para seus candidatos à Casa Branca.

The New York Times |

  • Veja o número de delegados de cada candidato
  • Entenda os próximos passos da disputa
  • Saiba tudo sobre a corrida à Casa Branca
  • Com o cenário da disputa presidencial já definido, congressistas Democratas deram um exemplo de união nesta terça-feira enquanto tentavam colocar os Republicanos na defensiva sobre a disparada do custo da energia. No Senado, a maioria forçou os votos a favor da extensão das taxas de incentivo para as fontes alternativas de energia e da criação de taxas para as companhias de petróleo investir em pesquisas energéticas.

    Depois dos Republicanos terem bloqueado o debate sobre ambas as medidas por negarem aos Democratas os 60 votos necessários para seguir adiante, o senador Harry Reid de Nevada, o líder da maioria, não tentou mascarar o que está guiando as disputas sobre o petróleo e a economia em Capitol Hill. 

    "Isso já está emoldurado disse Reid, com a foto da campanha presidencial acontecendo.

    Ainda essa semana, os Democratas da casa intencionam pressionar os Republicanos contrários à legislação que poderia assegurar benefícios adicionais aos desempregados que estão ficando sem ajuda, um esforço de apresentar aos Republicanos  a opção de ajudar os desempregados ou apoiar um potencial veto da Casa Branca para a questão. 

    A manobra legislativa, conduzida por seus aliados como auxílio para os dois candidatos, é uma reposta ao que os legisladores descrevem como escândalo público sobre o preço da gasolina e ansiedade sobre os rumos da economia.

    Os Republicanos estão recuando. Considerando a legislação que eles bloquearam na terça-feira como insuficiente e míope, eles estão dizendo que os Democratas não estão propondo nada que diminuiria o custo da gasolina em um curto prazo.

    No Senado, os Republicanos foram responsáveis pela coordenação de um esforço para relembrar o público que foram os Democratas que gerenciaram o Congresso durante os 17 meses que a gasolina disparou. Os Democratas respondem que o custo da gasolina passou de US$ 4 para US$ 1.46 antes do governo Bush assumir.

    Por CARL HULSE

    Leia mais sobre: eleições nos EUA

      Leia tudo sobre: eleições nos eua

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG