Cineastas independentes passam a distribuir seus próprios filmes

LOS ANGELES - Os dias de glória dos filmes independentes, quando jovens diretores como Steven Soderbergh e Quentin Tarantino faziam executivos de estúdios armarem guerras de licitação ferozes em Sundance e outros festivais cheios de celebridades, não passam de uma mancha no espelho retrovisor. E algo novo, algo muito mais estranho, tomou seu lugar.

The New York Times |

Costumava ser assim: diretores aspirantes adotavam uma postura de autor na esperança de atrair a atenção de algum poderoso de Hollywood.

Agora é assim: os diretores fazem tudo por si mesmos - pagando por sua própria distribuição, divulgando filmes através de redes sociais e atualizações no Twitter, publicando seu trabalho de graça na internet, tudo isso para construir uma reputação, se aproximando de concierges em hotéis de luxo em cidades onde acontecem os festivais para conseguir que eles sussurrem nos ouvidos certas.

A crise da economia e a dificuldade em se conseguir crédito limitou a indústria do entretenimento tanto quanto todas as outras, resultando em menos grandes produções e ainda mais dificuldades para filmes independentes de pequeno orçamento.

Companhias de distribuição independentes são menos propensas a sacar seus talões de cheques e muitos dos grandes estúdios abandonaram os negócios indie .

"Não é que a audiência destes filmes desapareceu completamente", disse Cynthia Swartz, sócia da companhia de publicidade 42 West, que têm complementado seus negócios principais ajudando os diretores a encontrar formas de se conectar com a audiência. "É apenas uma questão de encontrar estas pessoas".

Encontrar até mesmo quantias relativamente pequenas de dinheiro para fazer e comercializar um filme é, claro, um truque nada pequeno.

"O dinheiro simplesmente desapareceu", disse Mark Urman, veterano de filmes independentes, falando sobre como a seca financeira pressionou produtores e diretores a assumir riscos que há alguns anos eram tomados apenas por distribuidoras mais robustas.

Muitas dessas distribuidoras desapareceram ou diminuíram muito suas operações, incluindo Warner Independent Pictures Quadros, Picturehouse, New Line Cinema, Miramax, Weinstein Co., Paramount Classics e sua sucessosa, Paramount Vantage.

Leia mais sobre cinema

    Leia tudo sobre: cinemacinema independentediretores

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG