Califórnia divulga lista de doadores para votação sobre casamento gay

SÃO FRANCISCO ¿ Quase 14 mil doadores ¿ incluindo donas de casa, padres, e ex-membros do time de beisebol Los Angeles Dodgers ¿ deram milhões de dólares nas últimas duas semanas de campanha para aprovação da Proposição 8, que declarou ilegal o casamento entre pessoas do mesmo sexo na Califórnia. De acordo com o relatório financeiro da campanha divulgado nesta segunda-feira, 2, ambos os lados gastaram mais de US$ 83 milhões.

The New York Times |

O relatório veio dois dias após partidários que apoiam a medida perderem um processo no tribunal regional de Sacramento que tentava impedir que os nomes dos doares fossem revelados.

O pedido argumentava que revelações passadas levaram doadores a receberem e-mails maldosos, ameaças de morte e boicote em negociações. A corte rejeitou a alegação, dizendo que a divulgação dos nomes seria particularmente importante em campanhas tão caras.

Frank Schubert, gerente da campanha Protect Marriage (Proteja o Casamento), grupo líder de apoio à Proposição 8, disse que recebeu relatos de importunações nesta segunda.

Um relatório resumido das doações oponentes, por enquanto, mostrou que o lado perdedor gastou US$ 43,1 milhões. Outro mais detalhado ¿ que tinha cerca de 7.600 páginas ¿ ainda estava sendo formatado pelo gabinete da Secretaria do Estado da Califórnia.

Diversidade

O documento dos que apoiaram a proibição, que abrangeu os dias finais da campanha, mostrou uma ampla variedade de apoiadores. Incluindo Jeff Kent, jogador de segunda base do Dodgers e do San Francisco Giants, recentemente aposentado, que doou US$ 15 mil e um zelador de Cupertino, na Califórnia, que doou US$ 99.

Jeff Klein, advogado de Kent, disse que não tinha comentários a fazer sobre a doação do cliente.

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, que está sob investigação da Comissão dos Assuntos de Práticas Políticas da Califórnia devido à acusação de reportar um valor menor de contribuições do que o real, também divulgou uma soma final com um total de cerca de US$ 190 mil em doações não monetárias, mais do que o total de cerca de US$ 50 mil informado anteriormente nos dados. Em um relato, a Igreja defendeu suas contribuições, dizendo que representavam menos da metade de 1% do total usado para aprovar a Proposição 8.

A campanha Protect Marriage, que gastou quase US$ 40 milhões também recebeu doações de última hora de US$ 150 mil do Knights of Columbus, organização católica, e US$ 400 mil de Howard F. Ahmanson Jr., que apoia há muito tempo causas conservadoras, as duas doações juntas chegaram a mais de US$ 1 milhão no total.

A Proprosição 8, que foi aprovada com 52% dos votos, está sob revisão da Corte Suprema, que legalizou o casamento entre pessoas do mesmo sexo em maio. O tribunal, que poderá ouvir argumentos orais em março, também deve decidir sobre a legitimidade de 18 mil cerimônias entre homossexuais que foram feitas na Califórnia entre a decisão inicial da corte e a aprovação da Proposição 8.


Por JESSE McKINLEY

Leia mais sobre casamento gay

    Leia tudo sobre: casamento gay

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG