Caçadores de tesouro encontram destroços de navio de 1744

Exploradores marítimos sondando as profundezas do Canal da Mancha descobriram o que dizem ser um navio de guerra britânico lendário que afundou em uma tempestade em 1744, perdendo mais de 900 homens e possivelmente quatro toneladas de moedas de ouro que podem valer US$1 bilhão.

The New York Times |

A equipe descobriu os restos do navio HMS Victory no ano passado e confirmou sua identidade através do exame de 41 canhões de bronze visíveis no fundo arenoso do canal, afirmou o líder da equipe, Gregory P. Stemm, em uma coletiva de imprensa na segunda-feira em Londres.

A equipe removeu dois canhões do mar e os entregou ao Ministério de Defesa Britânico, ele disse. Os líderes da equipe agora negociam com as autoridades britânicas a respeito da disposição dos artefatos e do tesouro antes que mergulhadores tentem outras recuperações.

"Eu estou surpreso que tenhamos conseguido manter isso em sigilo por nove meses", disse Stemm, chamando os destroços de uma "descoberta decisiva". Ele é o presidente e chefe executivo da Odyssey Exploração Marinha de Tampa, Flórida, uma companhia que se especializa na exploração e recuperação de artefatos em mar profundo.


Um dos canhões de bronze descoberto sob os escombros do navio HMS Victory / NYT

Em uma entrevista pelo telefone, Stemm disse que a recuperação, feita longe do local onde se encontra o navio, é "difícil de se superar" em termos de história, tesouros perdidos e mistérios solucionados. Ele disse que a descoberta limpa o nome do comandante do navio, o almirante Sir John Balchin, cuja navegação havia sido impugnada após a perda catastrófica.

A coletiva de imprensa foi realizada pelo Discovery Channel, que planeja transmitir um programa sobre o navio na quinta-feira em seu programa semanal "Treasure Quest".


No canhão, é possível ver o brasão real de George I / NYT

O Victory tinha cerca de 110 canhões de bronze, o que fazia dele um dos mais mortais de sua época. Seu maior canhão pesava quatro toneladas e podia disparar balas de até 20kg e era a mais poderosa arma usada em batalhas navais.

Em julho de 1744, o navio e sua frota foram enviados ao mar para resgatar um comboio mediterrâneo bloqueado por uma frota francesa em Lisboa. Depois de expulsar os franceses, o Victory escoltou o comboio até Gibraltar e voltou para casa.

Uma tempestade atingiu a frota britânica pouco depois que entrou no Canal da Mancha e, no dia cinco de outubro de 1744, o Victory naufragou. O navio foi o único a ser perdido para o mar.

Por WILLIAM J. BROAD

Leia mais sobre tesouros

    Leia tudo sobre: navio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG