Caça por táxis sem documentação causa lotação em pátios de Nova York

Comissão teve de recorrer a estacionamento no Queens para inspeção de veículos e busca outros espaços privados

The New York Times |

Em uma tentativa de limpar as ruas de táxis sem documentação, dezenas de oficiais recém-contratados pela Comissão de Táxis e Limousines de Nova York têm multado e apreendido tantos carros que a cidade já não tem mais onde mantê-los.

Modelo: Novos táxis de Nova York passam por testes no deserto

Com a capacidade dos pátios de veículos apreendidos perto de sua lotação máxima, a comissão recorreu a um estacionamento no centro do Queens, onde cerca de 500 táxis são inspecionados diariamente.

NYT
Táxis param em semáforo de Manhattan, em Nova York
A falta de espaço se tornou um desafio tão grande que a comissão pretende enviar uma solicitação de propostas para outros estacionamentos na semana do dia 26 de março, e em alguns casos tem deixado de apreender tantos táxis sem documentação quanto gostaria.

"Nós gostaríamos de poder apreender ainda mais veículos", disse David S. Yassky, presidente da Comissão de Táxis e Limousines, referindo-se ao trabalho de seus oficiais de fiscalização. "Dia após dia, as instruções para suas missões dependem muito de quanto espaço terão à sua disposição."

Na manhã do dia 19 de março, Yassky deu um passeio pelo estacionamento no Queens, que estava lotado com 69 diferentes tipos de automóveis que os oficiais haviam aprendido desde 16 de março.

Ray Scanlon, um comissário adjunto que dirige o departamento de inspeções, afirmou que 15 carros foram aprendidos no Aeroporto Internacional J.F.Kennedy e em La Guardia. Outros carros sem documentação foram apreendidos perto de casas noturnas em Manhattan, no Meatpacking District e no Distrito dos Teatros.

No dia 18 de março, os policiais apreenderam mais 20 carros no Queens, de motoristas que não haviam sido licenciados pela Comissão de Táxis e Limousines e aceitavam passageiros ilegalmente em shopping centers.

Capacidade

Mas até o fim de semana a cidade tinha espaço para apenas quatro veículos em seus pátios de veículos apreendidos - onde a comissão acabou tendo de acomodar os carros remanescentes em um estacionamento em Woodside, onde os táxis amarelos estavam enfileirados na manhã do dia 19 de março para inspeções trimestrais.

Scanlon disse que espera que a maioria dos motoristas pague suas multas e retire seus carros do pátio o mais rápido possível. Ele disse esperar que o estacionamento em Woodside seja liberado em breve para que possa acomodar todos os táxis que chegam para a inspeção. "É bem provável que esses carros sejam retirados daqui até a semana que vem," disse Scanlon.

Poluição: Na NY de amanhã, táxis com buzinas mais harmoniosas

Allan J. Fromberg, porta-voz da Comissão de Taxis e Limousines, disse: "Nós nunca tivemos um carro deixado no pátio durante semanas ou meses."

O problema de espaço começou no fim do ano passado, quando a comissão decidiu dobrar o tamanho de sua equipe em antecipação aos esforços de apreensão de veículos nos distritos fora de Manhattan que são atendidos por táxis ilegais. Nos últimos seis meses, a comissão contratou 61 funcionários, 40 dos quais já estão em campo apreendendo veículos ilegais. Até o fim deste ano, a comissão espera contratar 100 novos funcionários.

*Por Christine Haughney

    Leia tudo sobre: nova yorktáxisdocumentaçãoinspeçãoveículos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG