Boné dos Yankees é mania entre criminosos americanos

Acessório é referência entre autores de delitos e era marca de Bandido Yankee, que roubava usando boné do time e óculos de sol

The New York Times |

Furtos em armários de academia, assaltos a bancos, assaltos a mão armada. Crimes distintos como esses na cidade de Nova York têm apenas uma coisa em comum. Não é o culpado, mas sim o boné do time de beisebol Yankees que os autores usavam.

A tendência curiosa surgiu no cruzamento de moda, esporte e criminalidade: dezenas de homens e mulheres que roubaram, espancaram e esfaquearam seus conterrâneos nova-iorquinos fizeram isso usando um boné ou roupas dos Yankees.

Um dos três suspeitos de arrombamentos em academias usava um boné dos Yankees azul. Uma câmera de segurança fotografou um homem que tentou assaltar um banco no bairro do Bronx, e apesar de seu rosto estar em parte obscurecido, seu boné dos Yankees estava claramente visível. Um suspeito de roubo no Queens foi visto pela última vez com um boné dos Yankees na cabeça.

The New York Times
Suspeito de roubo em Nova York é preso com boné do Yankees
De certa forma, não é surpreendente que trajes dos Yankees sejam usados tanto por quem respeita a lei quanto por aqueles que agem contra ela. Os Yankees são uma das franquias mais famosas de todos os esportes, e suas mercadorias estão amplamente disponíveis e são extremamente populares.

Mas bonés e roupas dos Yankees têm dominado o cenário de crimes por tanto tempo, em tantas partes da cidade e em tantos tipos de delitos, que desafia uma explicação fácil. Criminólogos, analistas de marketing esportivo, psicólogos, consumidores e fãs dos Yankees têm desenvolvido suas próprias teorias, com alguma tendência a culpar a popularidade dos bonés entre gangsteres e outros, se perguntando se os criminosos estão se identificando com a aura de dinheiro, poder e sucesso da equipe.

The New York Times
Retrato falado de suspeito, na polícia de Nova York. Acessório é ponto comum à maior parte dos autores de crimes na cidade
Desde 2000, mais de 100 pessoas suspeitas ou envolvidas em crimes graves em Nova York usavam artefatos dos Yankees no momento das infrações, de sua prisão ou acusação. O cálculo é baseado em uma análise de notícias divulgadas pelo Departamento de Polícia de Nova York, vídeos de vigilância e imagens dos assaltos e de outros crimes, bem como artigos de jornais que descreviam as roupas de suspeitos. Nenhum outro time chega perto.

Para os criminosos fora de Nova York, os bonés da equipe são quase tão populares quanto na cidade. O homem que roubou uma agência do banco Chase em um subúrbio de Chicago em maio usava um boné dos Yankees. Em julho, um jovem usando o boné agrediu uma mulher de 81 anos de idade em sua casa, a cerca de 2.800 milhas do Yankee Stadium, em Seattle.

"Por que as pessoas escolhem os Yankees e não os Mariners eu não sei", disse Mark Jamieson, porta-voz da polícia de Seattle. "Mas essa era a peça de roupa que ele usava no dia do crime".

Destaque

Bonés dos Yankees mantêm um lugar de destaque nos anais do crime: o homem que roubou mais bancos do que qualquer outro na história americana usava um boné do time. Edwin Chambers Dodson, conhecido como o Bandido Yankee porque usou um boné dos Yankees e óculos de sol durante a maior parte de seus crimes, assaltou 72 bancos no sul da Califórnia do início de 1980 ao final de 1990. Dodson, que morreu em 2003, era torcedor do time.

"Fizemos tudo que podíamos para pegar esse cara", disse William J. Rehder, 69 anos, ex-agente especial do FBI que foi coordenava a investigação de assalto a bancos na área de Los Angeles.

Rehder, não apenas deu nome ao Bandido Yankee, mas ajudou a colocá-lo atrás das grades duas vezes. "Eu não conseguia entender por que ele tinha tanta sorte", ele disse. "Eu não atribui nada ao boné, mas tenho certeza que ele o fez".

Rehder, agora um consultor de segurança em Los Angeles, é torcedor do Dodgers. No entanto, ele mantém um velho boné dos Yankees em uma prateleira de seu escritório em casa. Rehder nunca o usa. Ele pertenceu ao Bandido Yankee.

*Por Manny Fernandez

    Leia tudo sobre: boné yankeescrimesnova yorksuspeitos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG