Blagojevich é um político vingativo e profano

CHICAGO - Pouco no histórico do governador Rod R. Blagojevich preparou as pessoas de Illinois para o homem revelado pelo processo criminal que caiu como uma bomba sobre sua capital na terça-feira. Narcisista, delusório, vingativo e profano, Blagojevich como pintado pelos promotores chocou até mesmo seus detratores mais ardentes.

The New York Times |

Acordo Ortográfico

"Eu quase caí para trás", disse Cindi Canary, diretora executiva da Campanha por Reforma Política de Illinois e constante crítica do governador. "Eu fiquei sem fala e nauseada. De todas as milhões de acusações que li ao longo dos anos, não consigo me lembrar de nada tão vil quanto isso".

Mike Jacobs, senador democrata do Estado e antigo amigo do governador, sugeriu que Blagojevich pode ter perdido a noção da realidade. "Eu não tenho certeza se ele ainda está no jogo", disse Jacobs. "Eu acho que ele é o maior culpado de tudo isso. Ele tem muitas habilidades, mas também tem falhas em áreas fundamentais. É como se desafiasse os federais".


Em foto de abril, Blagojevich (E) aparece ao lado de Obama / Reuters

Drama e suspeita há muito cercam Blagojevich, um democrata de 51 anos conhecido localmente por sua sútil paixão por Elvis e por exibir seu próprio topete. Apesar de comandar o gabinete como um reformador, ele se envolveu em anos de investigação federal por fraudes contratuais que incluem diversos de seus departamentos.

Ainda assim, apesar do que parecia ser seu principal papel ao longo de muitos anos no teatro político dos corruptos, Blagojevich, o filho convenientemente sério de um metalúrgico sérvio, não foi acusado de nada. Rumores surgiam e negativas eram emitidas.

A terça-feira mudou tudo isso. Não foi simplesmente a extorsão e a venalidade com a qual ele foi acusado que deixaram os queixos caídos, mas a impiedade e grandiosidade reveladas nas transcrições das escutas, mesmo quando ele sabia que estava sendo investigado.

Canary disse que ainda tentava entender uma patologia que possa explicar este tipo de ação, porque não fazem parte da corrupção típica de Chicago. "Ele foi criado no antigo sistema de divisões de Chicago, no qual o princípio mais importante é a lealdade", ela disse. "O mais importante é proteger um ao outro, compartilhar os ganhos e conquistar poder pessoal. Não se trata de enriquecimento pessoal".

Mas isso, de acordo com a acusação criminal de 76 páginas, parece exatamente o que Blagojevich, que se diz um homem do povo, estava atrás.

Por SUSAN SAULNY

Leia mais sobre Blagojevich

    Leia tudo sobre: obama

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG