Análise: Como não errar ao levar os Beatles para o Guitar Hero

Nós lemos nos jornais de hoje - ou melhor, de alguns dias atrás - que representantes dos Beatles negociam o desenvolvimento de um jogo para videogame da banda.

The New York Times |

A lógica comercial é impecável. Guitar Hero, o jogo que permite que você toque com uma banda de rock se tornou enorme, um sucesso inesperado. Logo, um jogo dos Beatles seria uma forma de apresentar sua música a um público cujos pais ainda não haviam nascido quando a banda esteve nos Estados Unidos.

Para os fãs de uma certa idade, aqueles que literalmente cresceram com os Beatles, a idéia gera uma sensação de perda. O que fazia dos Beatles algo importante não era apenas a música. Era a sensação única que eles é que definiam o caminho de uma cultura de ponta que era genuinamente nossa.

Esse videogame nos lembra que isso tudo era verdade há quase 40 anos.

De certa forma, o legado cultural dos Beatles se perdeu desde a produção de seu último álbum como a banda, "Let It Be".

A tentativa de manter esse legado único - o fato, por exemplo, de sua música ainda não existir para download legal e não ter sido propriamente remasterizada - parece mais incerta do que estratégica.

Quando chegar a hora de criar o roteiro desse novo videogame esperamos que os desenvolvedores percebam que dois dos primeiros filmes dos Beatles, "A Hard Day's Night" (1964) e "Help!" (1965), estiveram muito perto de um jogo para videogame em uma era em que videogames não haviam sido imaginados.

Aqueles filmes guardavam a música da banda em ação quase tão frenética e divertida quanto um jovem com um controle de guitarra poderia pedir.

Se não for pedir demais, gostaríamos de esperar que esse jogo fosse também a respeito da extraordinária química musical entre Lennon e McCartney, aquelas longas, longas horas em Abbey Road e a estranha sensação de descoberta e novidade que saia daquele estúdio.

Leia mais sobre: Guitar Hero - Beatles

    Leia tudo sobre: beatlesguitar hero

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG