pisoteado antes do amanhecer de sexta-feira quando compradores invadiram de supetão uma loja da rede Wal-Mart na qual ele trabalhava)." / pisoteado antes do amanhecer de sexta-feira quando compradores invadiram de supetão uma loja da rede Wal-Mart na qual ele trabalhava)." /

Amigos têm dificuldade em aceitar morte de funcionário do Wal-Mart

Jdimytai Damour era um homem grande (123 kg, alguém revela), mas não passava de um gigante amigável para seus amigos, segundo os quais ele amava conversar sobre filmes, desenhos japoneses e política. Por isso, no sábado, eles ainda tentavam aceitar a forma violenta e quase inexplicável de sua morte (http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2008/11/28/foto_legenda_funcionario_do_wal_mart_morre_pisoteado_na_black_friday_3096683.html target=_toppisoteado antes do amanhecer de sexta-feira quando compradores invadiram de supetão uma loja da rede Wal-Mart na qual ele trabalhava).

The New York Times |

"Quando alguém queria saber algo sobre um show, ele era o cara e tinha um ótimo senso de humor", disse Jean Olivier, que conheceu Damour há oito anos no bairro do Queens, em Nova York, a poucos minutos da loja onde ele foi morto. "Ele era o cara que estava sempre animado. Ele com certeza teria saído do caminho se soubesse que eles queriam aquilo".

Os comprados fizeram fila na noite de quinta-feira diante do Wal-Mart, no Shopping Green Acres em Valley Stream, Nova York, onde DVDs, televisões de tela plana e outros produtos entraram em liquidação para atrair multidões na sexta-feira, tradicional dia de compras para o Natal.

Damour, 34, conhecido entre seus amigos como Jimbo, ou Jdidread por causa de seus dreadlocks, tentava segurar um grupo de compradores que se apoiava na porta de vidro da loja, afirmaram as autoridades. Pouco antes do horário marcado para a loja abrir, às 5h, segundo eles, as portas ruíram diante do peso da multidão. Damour caiu no chão e foi pisoteado.

A polícia do condado de Nassau disse que não foi determinado se alguém será acusado pela morte. A polícia analisou vídeos do circuito interno da loja e depoimentos de testemunhas. Um porta-voz da polícia afirmou na sexta-feira que será difícil determinar o responsável pela morte de Damour.

O legista do condado não declarou a causa da morte de Damour, que morreu pouco depois das 6h de sexta-feira, cerca de uma hora depois que os compradores passaram pela porta. Quatro outras pessoas se feriram.

Hank Mullany, vice-presidente sênior da divisão noroeste do Wal-Mart, afirmou em uma declaração que a companhia havia contratado seguranças extra e instalado barricadas antes da abertura da loja, mas "apesar de nossas precauções, este acidente infeliz aconteceu".

David Tovar, porta-voz da companhia, se recusou a dizer quantos funcionários extra foram contratados. Cada loja, segundo ele, faz suas próprias contratações e arranjos de segurança. A segurança no shopping é responsabilidade de uma empresa terceirizada, a Securitas, que patrulha o estacionamento mas não o Wal-Mart.

- KEN BELSON e KAREN ZRAICK

    Leia tudo sobre: acidente nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG