Abrigo nuclear de Kennedy guarda história da Guerra Fria

Vizinhos de bunker acreditam que local tem potencial para pôr a ilhota artificial de Peanut Island, perto de Palm Beach, no mapa

The New York Times |

Um abrigo nuclear era algo necessário nas décadas de 1950 e 1960. O presidente John F. Kennedy , que enfrentava na época uma série de confrontos com os soviéticos, chegou até mesmo a recomendar um abrigo para todos os americanos "o mais rápido possível", em um discurso de outubro de 1961.

The New York Times
Turistas entram em abrigo à prova de radiação construído em 1961 para o presidente John F. Kennedy perto de sua casa em Palm Beach
Dois meses depois, Kennedy recebeu o seu próprio abrigo antiaéreo secreto na área costeira de Palm Beach, na Flórida, perto de uma enseada do Oceano Atlântico.

Poucas pessoas sabem que ele existe, mas alguns moradores da área acreditam que o abrigo é uma atração imperdível que poderia colocar Peanut Island, uma ilhota artificial, no mapa.

"O governo nunca declarou que existia até 1974", disse Anthony Miller, membro do conselho executivo do Museu Marítimo de Palm Beach, uma organização sem fins lucrativos que arrenda parte das terras da Peanut Island e realiza visitas ao abrigo. "Mas esse foi o segredo mais mal guardado em Palm Beach."

Com a intenção soviética de levar ogivas nucleares para Cuba , Kennedy teria um refúgio à prova de radiação a poucos minutos de helicóptero de sua casa de inverno à beira-mar em Palm Beach.

O abrigo da Flórida, que caiu em desuso na década de 1990, foi limpo e aberto para visitação em 1999, pouco depois de o museu alugar o local. Sepultado sob camadas de concreto e construído com um quarto de polegada de espessura, paredes de aço e chumbo, o abrigo parece algo pertencente ao programa de televisão Lost.

O abrigo permanece decorado mais ou menos como era na época, com peças de réplica e um selo presidencial.

Mas quanto tempo o museu poderá continuar operando o abrigo é outra questão. Ele o tem operado no vermelho há anos, segundo Miller, e os curadores estão envolvidos em uma disputa de décadas com alguns comissários do condado de Palm Beach para abrir um restaurante, como muitos museus fazem, para ajudá-los a sustentar o projeto.

Priscilla Taylor, uma comissário do condado que disse estar aberta a um restaurante caso alguns problemas sejam abordados, disse que a questão pode ser reconsiderada. "É um lugar muito bonito", disse. "O abrigo tem uma história para contar, e ele deve ser incluído em qualquer coisa que possamos fazer para promover o turismo na ilha."

*Por Lizette Alvarez

    Leia tudo sobre: guerra friaabrigo nuclearjohn f. kennedyursseua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG