A visão de um parque em torno de um rio restaurado de Los Angeles

Ativistas lutam para reverter pátio ferroviário em parque depois de canalização do rio de oito quilômetros

The New York Times |

Em uma manhã recente, Lewis MacAdams, um poeta de 65 anos, estava no telhado de uma garagem do gabinete do xerife na orla da cidade e apontou para o leste do rio Los Angeles, onde um curso de água que fluía livremente.

Na década de 1930, o rio de 8 quilômetros foi canalizado e se transformou em pouco mais do que uma vala de drenagem, para proteger os bairros circundantes de inundação. Enquanto MacAdams observava, um fluxo constante de água corria ao longo do trecho de concreto que é o porto de Long Beach.

Vinte e cinco anos atrás, MacAdams fundou o Amigos do Rio Los Angeles, um grupo dedicado ao retorno do rio ao seu estado natural. Agora MacAdams espera implementar sua maior ação e transformar um pátio ferroviário de 526.091 m² do outro lado do Parque Estadual Histórico de Los Angeles em um parque público, que também funcionaria como uma bacia de detenção de enchentes.

The New York Times
Lewis MacAdams fundou o Amigos do Rio Los Angeles, grupo dedicado ao retorno do rio ao seu estado natural
A ideia é que em alguns dias do ano o rio transbordaria para o pátio. No resto do ano, a área serviria como um parque. O pátio é usado pela Union Pacific Railroad para transferir contâineres de caminhões para os trens e vice-versa.

No ano passado, MacAdams criou uma coalizão de três agências de arquitetura – Michael Maltzan Arquitetura, Perkins & Will e Chee Salette Arquitetura – e uma arquiteta paisagista, Mia Lehrer.

Trabalhando sem cobrar nada, o grupo propôs um parque com campos de futebol, trilhas, pistas de corrida e bicicleta, um pomar, um jardim de esculturas, playgrounds, áreas para piquenique, e grandes espaços naturais para reunião. Como em muitas cidades, o parque iria se beneficiar das parcerias público-privadas.

"O parque aumentaria o valor da terra em torno dele, o que por sua vez, ajudaria a pagar pela criação do espaço público", disse Marc Salette da Chee Salette.

A Union Pacific Railroad, com sede em Sacramento, não tem planos de abandonar o local, disse Aaron Hunt, porta-voz da empresa.

Apoio político

Para chegar a qualquer lugar com os esforços para criar um novo parque, MacAdams disse que precisa de apoio dos políticos. Mas a ajuda pode vir de outra parte do governo federal. Em julho, a Agência de Proteção Ambiental declarou o rio Los Angeles navegável, uma designação que permite que faça melhorias para o rio.

Para MacAdams, isso é um desenvolvimento positivo que libera o rio do controle do Corpo de Engenheiros do Exército, responsável por ele desde que o concreto foi colocado há mais de meio século.

A transformação do pátio ferroviário em um parque "pode não acontecer na minha vida", disse ele, acrescentando que alguém tinha de começar o processo. "Você nunca mais vai ver 526.091 m² sob um único dono de novo", disse.

*Por Fred A. Bernstein

    Leia tudo sobre: los angelesrioparqueeuaativistas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG