Obama e Romney tentam conquistar votos de hispânicos em três Estados cruciais

Campanhas de Obama e Romney intensificam ações para conseguir apoio de latinos em Colorado, Flórida e Nevada

NYT |

NYT

Voluntários da campanha do presidente Barack Obama têm visitado salões de beleza em Las Vegas, Nevada, cujos proprietários são latinos. Eles estão em busca de possíveis eleitores.

No Colorado, partidários de Mitt Romney estão recrutando latinos donos de pequenas empresas para influenciarem no voto de outros empresários, que veem como particularmente receptivos à mensagem econômica republicana.

Saiba mais: Veja o especial sobre eleições nos EUA

NYT
Pauline Olvera, voluntária da campanha de Mitt Romney, em escritório de campanha em Lakewood, no Colorado (09/10)

Obama e seus partidários têm gastado quase o dobro de Romney e seus apoiadores em publicidade em redes de televisão de língua espanhola em três dos Estados mais disputados - Colorado, Flórida e Nevada. Eles chegaram a veicular um novo comercial em que Obama faz um apelo pessoal, em espanhol, para ser apoiado por eleitores latinos.

Assessores de Romney têm contado com uma série de propagandas na televisão, dizendo que a maioria dos latinos fala inglês e que consideram a economia, e não a imigração, a questão mais importante nesta eleição presidencial.

Apesar de suas estratégias e recursos diferentes, as duas campanhas têm determinado que conquistar os votos dos latinos nestes três Estados é crucial. Obama está tentando abrir uma vantagem de popularidade entre os hispânicos que poderia leva-lo à vitória nestes Estados, enquanto Romney está tentando impedir que o presidente conquiste tais votos.

"Obama entende nossos problemas", disse Camila Peterson, 65, em espanhol.

Ela falou isso para uma família de imigrantes mexicanos em Longmont, Colorado, mostrando uma foto de Obama segurando a mão dela em um comício.

"Ele é um de nós".

Pauline Olvera, 46, uma latina que trabalha em um escritório de campanha de Romney nos arredores de Denver, disse que está ligando novamente para eleitores que ainda precisam de “mais um incentivo." 

"Romney", disse Olvera. "Quero que eles me digam que irão apoiar Romney."

Os resultados destes esforços serão medidos conforme as campanhas deixam o estágio de registrar partidários hispânicos para a tarefa mais difícil de convencê-los a votar.

Uma pesquisa realizada entre o dia 7 setembro e o dia 4 de outubro pelo Centro Hispânico Pew descobriu que 77% dos eleitores latinos registrados disseram estar absolutamente certos de que iriam votar, em comparação com 89% do total de eleitores registrados.

Pesquisas recentes com eleitores latinos demonstram os obstáculos que Romney enfrenta.

A pesquisa do Centro Hispânico Pew descobriu que 61% dos entrevistados disseram que os democratas estavam mais preocupados que os republicanos com os latinos. Apenas 10% disseram que os republicanos estavam mais preocupados.

"Cinquenta e um por cento de diferença", disse Mark Hugo Lopez, diretor associado do Centro. "Esse é o maior número que vimos em 10 anos de pesquisa."

Por Adam Nagourney e Fernanda Santos

    Leia tudo sobre: eleição nos euaeuaobamaromneyhispânicos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG