Em Nova York, 'galeria do corpo' promete cobiçados músculos em forma

Em antiga galeria de arte no bairro de Chelsea, dançarina da Broadway aperfeiçoa corpos de atrizes como Sandra Bullock e Anne Hathaway e se torna sensação entre famosos

NYT |

NYT

Em uma ex-galeria de arte no bairro de Chelsea, em Nova York, uma dançarina da Broadway chamada Simone De La Rue está vendendo o produto mais desejado das esculturas cobiçadas de Nova York: músculos saudáveis e em forma.

Música: Forró invade Nova York com energia brasileira

Com suas loucas rotinas de dança cardiovasculares, Simone tem aperfeiçoado os corpos de atrizes como Sandra Bullock e Anne Hathaway, assim como de muitas outras mulheres tão dedicadas que pode levar semanas para que uma iniciante consiga uma aula particular por US$ 175.

NYT
Simone De La Rue (D) se exercita com clientes como Grace Hightower De Niro (C), mulher do ator Robert De Niro

Sua “galeria do corpo”, como ela gosta de chamar seu espaço de 278 metros quadrados que foi inaugurado sete meses atrás, também oferece diariamente aulas em grupo no valor de US$ 35, que ela ensina durante os raros sábados em que não está com uma cliente em um set de filmagem. (Ela disse que só menciona as clientes que já foram avistadas com ela pelos paparazzi.)

Ela também está gravando um DVD que deve ser lançado no mês que vem, um livro que deverá ser publicado pela Penguin e uma coleção de roupas de exercício – além de uma nova academina em West Hollywood em 2013.

Se tudo isso soa um pouco intenso, Simone e sua filosofia não transmitem isso para seu método de exercícios. "Não se trata de acertar os passos perfeitamente, trata-se apenas de estar sempre se movimentando", disse a loira australiana de 37 anos que se autointitula "Barbie dos dois mares."

Recentemente durante a metade de uma de suas aulas, vestindo leggings roxas da Nike e um top amarelo neon, ela pula, se contorce e se movimenta com a exuberância de uma jovem adolescente do colegial. Ela incrementa suas instruções chamando suas clientes de "queridinhas" e não é tímida na hora de dar abraços suados.

NYT
Simone mostra algum de seus exercícios rotineiros com Grace Hightower De Niro (E), mulher de Robert De Niro

Quanto aos seus 20 exercícios de rotina, que são principalmente dança aeróbica no estilo dos anos 70 mas com mais rapidez (sem as polainas e com mais agito no estilo de uma dança da cantora Beyoncé), ela observou: "Eu não acredito que o que estou fazendo é algo super inovador", disse Simone, que se formou bailarina. "O que eu posso afirmar é que o ambiente que eu estou criando é especial: que as pessoas vêm aqui e se sentem como se estivessem dançando com suas amigas."

E ela com certeza se sente assim. Sua equipe é composta por "todas minhas amigas dançarinas australianas" e sua "melhor amiga Lucy" (a esposa de Matt Damon, Luciana Barroso) está "aqui o tempo inteiro."

Simone, que dançou no musical "Promises, Promises" na Broadway em 2010, admite ter se inspirado nas ideias de Jane Fonda "pois ela estava no caminho certo". Ela é bem menos aberta sobre a sua dívida com sua ex-chefe Tracy Anderson, talvez mais conhecida como a personal trainer de Gwyneth Paltrow, com quem ela está envolvida em uma disputa constante.

Talento

Grace Hightower De Niro, a esposa de Robert De Niro, que diminuiu três números e dança com Simone - a quem ela chama de Simmy - cinco dias por semana, disse: "Ela consegue apenas olhar para mim e saber que eu bebi uma taça de champanhe ou que eu comi muito tarde e tenho sido preguiçosa. Ela consegue captar nuances que a maioria dos treinadores não consegue."

O restante de seus discípulos também são extraordinariamente fiéis a ela e lhe dão todo seu apoio, até mesmo pelos padrões do mundo da boa forma. Simone usa um pingente de ouro para proteção feito para ela pela designer de joias Jennifer Fisher, uma de suas clientes.

A designer de interiores Michelle Gerson (que chamou o treino de "viciante" e disse que toda mulher que ela encontra lá é “magra e está em boa forma") projetou os bancos de Lucite e pele faux de couro do estúdio. Nas paredes de ardósia cinza estão pendurados retratos sensuais de Simone e de membros de sua equipe, todas tiradas por Zoe Buckman, uma cliente que é casada com o ator David Schwimmer.

"Eu gosto de fazer tudo entre amigos e família", disse Simone, que recentemente se mudou do Upper West Side para um apartamento há quatro quarteirões do "meu bebê" (seu estúdio), no qual ela mesmo escolheu "cada pincelada de pintura, cada torneira e todos os utensílios."

Ela também teve a oportunidade de trabalhar com a atriz Sandra Bullock. Quando fotógrafos acamparam fora do estúdio durante um treino em dezembro, ela lembrou que a atriz se ofereceu para vender "sua imagem por ela”. Sandra Bullock, em seguida, trocou sua blusa suada por um top vermelho criado por Simone, deixou seu casaco desabotoado e ficou fora do estúdio posando em vez de correr para dentro do carro que a aguardava. "E foi a melhor coisa que uma pessoa poderia ter feito por mim", lembrou Simone.

Em uma silenciosa sexta-feira em seu estúdio, não se ouvia nada exceto o barulho constante do toque de seu iPhone. "Eu troco muitas mensagens de texto com minhas amigas", disse ela alegremente. O telefone da recepção tocou e Simone se perguntou ("Será que eu devo atender?") antes de correr através do salão para atendê-lo.

Ao voltar ao seu lugar no banco, ela pulava de alegria, e descruzando as pernas recruzando-as no ar, apertou suas mãos, e fechou seus olhos por alguns instantes.

"Na época que eu fazia trabalhos para a Broadway, eu sempre tinha de ser outra pessoa", disse. "Tinha de implorar o tempo inteiro por atenção e pedir: 'Por favor, me escolha para interpretar esse personagem'. Mas com meu próprio negócio, pela primeira vez eu posso ser eu mesma, e isso tem feito maravilhas para mim."

*Por Courtney Rubin

    Leia tudo sobre: dançaeuanova yorksimone de la ruebrodwayacademiasandra bullock

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG