Na China, proteção contra o sol é sinônimo de máscaras de esqui na praia

Para mulheres da classe média chinesa e aquelas que aspiram ser, proteção solar é fetiche que aumenta demanda por acessórios novos e adaptados

NYT |

NYT

Uma mulher deixava as ondas agitadas do mar usando uma máscara de esqui laranja neon. Foi o suficiente para fazer com que um trio de jovens tatuados parasse de nadar e com que um menino corresse de volta para sua mãe assustado.

Imigração: Cingapura resiste à integração com chineses

À medida que ela saía do mar, um homem que boiava cutucou sua companheira, que se perguntou o que muitos outros presentes ali gostariam de saber: "Por que ela estava usando aquilo?"

NYT
Banhistas usam máscaras para se proteger do sol em praia de Qingdao

"Eu tenho medo de me bronzear", disse a mulher que usava a máscara, Yao Wenhua, 58 anos, ao sair das águas da cidade litorânea de Qingdao, no leste da China, na província de Shandong. Yao, uma motorista de ônibus aposentada, retirou a máscara de nylon da testa para revelar uma face pálida e sem rugas.

"Uma mulher deve sempre ter a pele clara", disse ela com orgulho. "Caso contrário as pessoas irão pensar que você é uma camponesa".

Para muitas mulheres da classe média chinesa - e para aquelas que aspiram ser - a proteção solar é praticamente um fetiche, com direito até mesmo a seus próprios apetrechos. Essa crescente indústria atende a uma cultura que valoriza a pele clara como um sinal da beleza feminina intocada pelas indignidades do trabalho manual. Existe até uma expressão, que tanto as mulheres jovens quanto as mais velhas sabem de cor: "uma pele clara esconde mil falhas."

Com a busca desse ideal de uma velhice esteticamente perfeita em desacordo com o interesse que vem crescendo cada vez mais na cultura chinesa de ir à praia e praticar outras atividades ao ar livre, as mulheres chinesas criaram diversas maneiras de conciliar os dois. As máscaras faciais como a de Yao são particularmente populares entre as moradoras dessa região.

Nas cidades, o guarda-sol de verão é um acessório mais familiar. Muitos são decorados com lantejoulas, rendas ou bijuterias (quando não as três). Quem precisa de ambas as mãos livres gosta de usar o protetor de rosto colorido. As mais preocupadas com um visual mais de acordo com a moda utilizam um lenço de chiffon enrolado no rosto.

E o que fazer com os braços que normalmente ficam expostos aos raios do sol? Uma pesquisa em um site equivalente à Amazon.com chinesa mostrou 20 mil resultados para a busca por "luvas de proteção solar."

Em uma tarde recente em uma das principais praias de Qingdao, as pessoas haviam erguido dezenas de barracas, ignorando as placas que diziam que seu uso era proibido. Outros fizeram abrigos contra o sol de múltiplos guarda-chuvas ou simplesmente empilhavam uma grande quantidade de panos para se proteger.

"Parece que eu me importo com o que as pessoas pensam?" perguntou Su Ailing, 57 anos, vestida com uma máscara vermelha, óculos azuis e uma roupa de mergulho. "Os turistas se vestem da maneira que acham apropriado para ir à praia, mas nós, moradores, sabemos como proteger nossa pele."

NYT
Máscaras ajudam mulheres chinesas a conciliar ideal de velhice esteticamente perfeita e atividades ao ar livre

*Por Dan Levin

    Leia tudo sobre: chinasolproteção solaresquipraiamáscaraguarda-sol

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG