Entre fotos na Casa Branca, uma chama a atenção: a de um menino negro descobrindo se o cabelo do presidente era igual ao dele

Fotografias do presidente americano em exercício enfeitam as paredes da Casa Branca há décadas. Novas imagens são registradas e logo substituem as antigas, segundo a tradição. Mas uma foto do presidente Barack Obama permaneceu intacta por mais de três anos.

Na foto, Obama parece estar se curvando a um menino de cerca de cinco anos, muito bem vestido e negro, que está em pé no Salão Oval com o braço levantado para tocar o cabelo do presidente - para ver se era realmente como o seu. A imagem comove visitantes e funcionários da Casa Branca de tal forma que, por demanda popular, permanece ali enquanto outras vêm e vão.

Leia também: Eleição presidencial americana divide negros mórmons

Jacob Philadelphia, cinco anos, toca a cabeça do presidente dos EUA, Barack Obama, para saber se seu cabelo é igual o dele (sem data)
NYT
Jacob Philadelphia, cinco anos, toca a cabeça do presidente dos EUA, Barack Obama, para saber se seu cabelo é igual o dele (sem data)

Como candidato e como presidente, Obama evitou discutir a questão de sua raça, exceto em casos extremos, quando parecia ter pouca escolha - respondendo a perguntas sobre o discurso racialmente incendiário de seu ex-pastor, por exemplo, ou comentando o tiroteio fatal que matou um adolescente negro desarmado na Flórida. Alguns líderes negros criticam Obama por não falar diretamente a jovens negros ou propor políticas específicas para eles.

No entanto, a foto é uma prova concreta de algo que as pesquisas também mostram: Obama ainda é um poderoso símbolo para os negros e tem amplo apoio entre estes eleitores.

O menino na foto é Jacob Philadelphia, de Columbia, Maryland. Três anos atrás, seu pai, Carlton, estava deixando a equipe da Casa Branca depois de uma temporada de dois anos no Conselho de Segurança Nacional que começou no governo Bush. Como membros que deixam a equipe geralmente fazem, Philadelphia pediu uma fotografia de sua família com Obama.

Depois que as fotos foram tiradas e a família estava prestes a sair, Philadelphia disse a Obama que cada um de seus filhos tinha uma pergunta. Ele e sua esposa Rosean não sabiam o que os meninos perguntariam. O fotógrafo da Casa Branca Pete Souza também ficou surpreso, como a estranha composição da imagem pode revelar: as cabeças dos pais foram cortadas, o braço de Jacob cobre seu rosto e seu irmão mais velho, Isaac, está embaçado.

Jacob falou primeiro. "Quero saber se meu cabelo é como o seu", disse a Obama, tão baixo que o presidente lhe pediu que repetisse.

Jacob repetiu e Obama respondeu: "Por que você não o toca e vê por si mesmo?"

Ele abaixou a cabeça para Jacob, que hesitou. "Vai em frente, cara!", disse Obama.

Quando Jacob tocou a coroa presidencial, Souza disparou.

"Então, o que você acha?" Obama perguntou. "Sim, é igual", disse Jacob.

Isaac, agora com 11 anos, perguntou a Obama por que ele tinha eliminado o jato F-22. O presidente disse que ele custava muito caro.

De acordo com uma prática dos fotógrafos da Casa Branca, a cada semana Souza escolhe fotos novas para expor. Naquela semana, Jacob foi selecionado. "Como fotógrafo, você sabe quando está diante de momento especial", disse.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.