Carrinhos de comida sobem ao topo de arranha-céu de NY

No edifício Starrett-Lehigh, elevadores levam pequenos veículos com refeições criativas para matar a fome dos funcionários

The New York Times |

Nova York, uma das cidades mais verticais do mundo, muitas vezes esquece de valorizar seus arranha-céus, imensos shopping centers e centros de entretenimento que ocupam vários andares. Mas, finalmente, a cidade voltou a inovar no mundo perpendicular, apostando em carrinhos de comida na vertical.

Diariamente, carrinhos de comida tomam os gigantescos elevadores de carga do Edifício Starrett-Lehigh em West Chelsea. Após serem içados por diversos andares, eles se posicionam em halls de concreto nos pisos superiores do prédio comercial de 81 anos e 19 andares. Lá, refeições criativas são vendidas aos trabalhadores dos escritórios e seus convidados.

Leia também: Vivendo em mansões históricas de Nova York, sem pagar aluguel

NYT
Carrinho de sorvete é visto no 17º andar do prédio Starrett-Lehigh em Nova York, nos EUA (26/04)

O resultado é algo como uma viagem de elevador em uma loja de departamento imaginada por Willie Wonka. Recentemente, no 12 º andar, o caminhão de sorvetes Van Leeuwen vendia cones de chocolate Michel Cluizel (US$ 4).

No 15º andar, o caminhão Treats Truck vendia sanduíches de cookies de chocolate (US$ 1,75) e, de vez em quando, algumas lascas de aveia (US$ 3). No 17º, o caminhão da Coolhaus Ice Cream vendia invenções decididamente verticais com bolas de sorvete formando três andares - duas bolas de sorvete servidas entre dois biscoitos (US$ 9).

"Esta é a primeira vez que um prédio tem seus próprios carrinhos de comida na cidade, e, até onde eu sei, no país", disse David Weber, presidente da Associação de Caminhões de Comida da Cidade de Nova York, que foi convocada pelos proprietários do prédio para trazer diversos carrinhos para o seu interior.

Embora carrinhos de comida tenham, ocasionalmente, subido em elevadores de carga de edifícios de Manhattan para eventos especiais, segundo Weber o Edifício Starrett-Lehigh é o único arranha-céu de Nova York onde eles aportam cinco dias por semana.

Para muitos trabalhadores, os carrinhoss são uma novidade muito bem-vinda - mesmo que a maioria venda apenas doces.

O redator publicitário Christopher Gelarden esperava por um pedaço de pizza siciliana. "A primeira vez que vi um caminhão no meu andar achei estranho, mas agora já me acostumei com isso", disse. "É incrível que a comida possa finalmente vir até nós mesmo nos andares mais altos".

Por Glenn Collins

    Leia tudo sobre: euanova yorkarranha céucomida

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG