Para a maioria das mães nos EUA, ser dona de casa não é um luxo

Perfil da dona de casa moderna mostra que 65% de mulheres casadas que ficam em casa com os filhos vivem em famílias com renda anual inferior a US$ 75 mil

The New York Times |

As demissões anunciadas não eram inesperadas. No centro de correspondência em Denver, onde Jeanine Maez arquivava encomendas postais, sua função estava se tornando cada vez mais obsoleta.

Campanha: Obama defende mulher de Romney após democrata dizer que ela 'nunca trabalhou'

Mas a maneira como Maez reagiu à sua demissão, em 2004, foi surpreendente até para ela mesma. Ela decidiu não procurar um novo emprego e preferiu dedicar seu tempo para ficar em casa cuidando de seus cinco filhos, sendo que o mais novo tem 11 anos de idade.

"Todos esses anos eu e meu marido tivemos de dar um jeito para cuidar das crianças", disse ela. "E o meu filho mais novo, que é autista, precisava de mais atenção da sua mãe."

NYT
Jeanine Maez e seu filho autista Kenny, 11 anos, em Denver
Para ajudar com as despesas, Maez, 44 anos, vendeu o seu carro, pagou a sua dívida do cartão de crédito e se concentrou em gastar em roupas e utensílios domésticos de uma maneira mais moderada. Seu marido, um investigador particular, arranjou um segundo emprego vendendo seguros. "Meu marido faz de tudo para que possamos ter uma boa qualidade de vida", disse.

Maez, em muitos sentidos, faz parte das 65% de mulheres casadas que ficam em casa cuidando de crianças menores de 18 anos e que vivem em famílias que ganham menos de US$ 75 mil por ano, segundo dados recentes do Censo dos Estados Unidos.

A controvérsia a respeito de mães que ficam em casa abalou o país na semana retrasada, quando a estrategista democrata Hilary Rosen disse que Ann Romney, esposa do pré-candidato presidencial republicano Mitt Romney, "nunca trabalhou um dia em sua vida" , e isso coloca em voga a questão de qual é a característica a ser levada em consideração para definir quem é a dona de casa moderna.

Renda

Nos EUA, 70% das mulheres casadas com idade superior a 25 anos trabalham fora de casa. A renda média dessas famílias é de cerca de US$ 87,7 mil, em comparação com os US$ 64 mil das famílias em que a mãe fica em casa, de acordo com uma análise de Andrew A. Beveridge, sociólogo da Faculdade Queens da Universidade da Cidade de Nova York. "A maior diferença entre elas é a educação", explicou.

Eleição: Questões sociais podem influenciar votos de mulheres americanas

Maez, que tem formação média e é de origem hispânica, disse lamentar que não tenha conseguido encontrar uma profissão que a permita trabalhar de casa. "Eu gostaria de poder ter tido mais acesso a educação", disse ela. "Acho que teria feito toda a diferença em minha vida."

Maez cuida do neto, Angelo, 5 anos, para que sua filha Diana Maez possa trabalhar. "Eu sei que ela gostaria de ficar em casa com seu bebê", disse Maez. Diana Maez confirmou o que sua mãe disse em uma entrevista, embora ela também tenha dito que gosta da autoestima advinda de um bom salário.

"Sou muito sortuda por poder contar com a minha mãe para cuidar do meu filho", disse. "Acho que eu não seria capaz de pagar uma creche."

Keaton Koechli, 34 anos, disse ter decidido ficar em casa para cuidar de seu filho depois de perder seu emprego em uma empresa de saúde.

"Eu fui demitida do meu trabalho por causa de problemas orçamentários e logo depois engravidei", disse Koechli. "Fiquei desempregada e tive que decidir se eu iria voltar a tentar encontrar um emprego e depois ter de sair de licença-maternidade."

Depois de procurar creches na zona oeste de Los Angeles, ela disse que percebeu que teria de encontrar um emprego que pagasse mais do que ela vinha ganhando anteriormente. Por isso, decidiu ficar em casa.

"Você tem de ter uma renda boa para poder pagar uma creche decente", disse.

Outra questão que Koechli disse ser importante para ela como mãe foi a licença-maternidade que na Califórnia é de apenas três meses. Seu marido, segundo ela, é do Canadá, onde as mães recebem um ano de licença-maternidade remunerada.

*Por Susan Saulny

    Leia tudo sobre: dona de casaeuademocratasobamaromneyeleição nos euademocratas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG