Número oficial de mortos pela gripe no país sobe para 38

(atualiza com mais quatro mortes). São Paulo, 26 jul (EFE).- O número de mortos pela gripe suína no Brasil subiu oficialmente para 38 depois da confirmação de mais quatro falecimentos devido à doença no Rio Grande do Sul.

EFE |

O secretário de Saúde do Rio Grande do Sul, Osmar Terra, disse em entrevista coletiva que cinco mortes provocadas pelo vírus A(H1N1) ocorreram entre os dias 16 e 25 de julho nas cidades de Caxias do Sul, Uruguaiana, Montenegro e Passo Fundo, sendo dois falecimentos apenas nesta última.

As vítimas são duas mulheres grávidas, uma de 25 e outra de 31 anos; um jovem de 20 anos, com problemas de hipertensão provocados pela obesidade; um homem de 33 anos, que tinha problemas cardíacos; e uma aposentada de 63, que era diabética.

O secretário de Saúde da cidade gaúcha de São Sebastião do Caí, Fernando Cofferri, já tinha informado mais cedo hoje sobre a morte do jovem de 20 anos. O rapaz faleceu na noite deste sábado após ter sido diagnosticado com a gripe no último dia 17.

A morte por causa do vírus A(H1N1) também foi confirmada por fontes do hospital no qual o jovem estava sendo tratado.

Com os novos números, a gripe já matou 16 pessoas no estado de São Paulo, 16 no Rio Grande do Sul, cinco no Rio de Janeiro e uma no Paraná.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE az/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG