Beirute, 12 jul (EFE).- O número dois do Hisbolá, o xeque Naeem Kasem, afirmou hoje que a guerra travada entre Hisbolá e Israel entre julho e agosto de 2006 foi uma grande derrota para o Estado judeu.

"Foi nossa primeira grande vitória e um fracasso total de Israel", afirmou Kasem em Beirute, durante cerimônia que comemorava o segundo aniversário do início do conflito.

A guerra foi iniciada após o seqüestro dos soldados israelenses Ehud Goldwasser e Eldad Regev pelo grupo libanês. Apesar do confronto que deixou mais de 1.200 mortos, 5 mil feridos e um milhão de desabrigados, Israel não conseguiu neutralizar o Hisbolá, nem recuperar os reféns.

Para Kasem, "a resistência muçulmana se transformou em uma escola de liberdade e soberania, um eixo essencial para proteger a independência e impedir a invasão estrangeira e o totalitarismo israelense". EFE ks/plc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.