Cerca de 40 milhões de pessoas viveram em condições consideradas de pobreza no ano passado nos Estados Unidos, segundo dados do censo americano publicados nesta quinta-feira e que mostram a primeira alta da pobreza em cinco anos coincidindo com a recessão no país.

A cifra oficial de pobreza em 2008 foi de 13,2%, quando em 2007 foi de 12,5%, segundo o relatório anual do departamento de censo americano.

"O ano de 2008 representa um período que coincide plenamente com o período da recessão que se iniciou em dezembro de 2007, por isso todo mundo esperava um aumento percentual", declarou David Johnson, chefe da divisão de estatísticas do departamento de censo.

O número de americanos que vive em condições de pobreza também aumentou no ano passado, de 37,3 milhões em 2007 a 39,8 milhões em 2008, afirmou Johnson.

Nos Estados Unidos se considera que uma pessoa está abaixo do limite da pobreza se, em 2008, sua renda anual for inferior a 11.000 dólares; para uma família esse limite se situa abaixo dos 22.025 dólares.

kdz/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.